Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Suspeita de contaminação

Johnson terá que descartar pelo menos 60 milhões de doses de vacinas nos Estados Unidos

A remessa foi produzida em uma fábrica na cidade de Baltimore que também produzia imunizantes da AstraZeneca.

Após o problema ser constatado na fábrica, 100 milhões de doses da Janssen e 70 milhões da AstraZeneca passaram a ser avaliadas desde então. (Foto: Reprodução)

Por

A US Food and Drug Administration (FDA) - agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos - disse nesta sexta-feira (11) que a Johnson & Johnson terá que descartar um grande lote da vacina da Janssen. Segundo o jornal The New York Times, o carregamento é de 60 milhões de doses, que podem estar contaminadas. 

A remessa foi produzida em uma fábrica na cidade de Baltimore que também produzia imunizantes da AstraZeneca. Em março, as autoridades sanitárias notaram que haviam ingredientes misturados nas vacinas. 

Após o problema ser constatado na fábrica, 100 milhões de doses da Janssen e 70 milhões da AstraZeneca passaram a ser avaliadas desde então. Desse total, por ora, o FDA liberou apenas 10 milhões de unidades com alerta de uso.

Diferentemente das demais vacinas disponíveis no mercado, a da Janssen necessita de apenas uma dose. Com o total descartado 60 milhões de pessoas poderiam ser imunizadas contra a Covid-19.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Fragmento de mariposa é a causa das lesões de pele que provocam coceira em Pernambuco

Polícia Militar mata oito suspeitos de integrar quadrilha de novo cangaço

Pelé é internado para continuar tratamento de tumor do cólon em São Paulo

Vacina da Pfizer neutraliza ômicron com 3 doses, diz empresa