Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Lockdown

No mesmo dia, Distrito Federal reabre escolas e academias e decreta toque de recolher das 22h às 5h

De acordo com a norma, o deslocamento urbano em desacordo com a regra pode gerar multa no valor de R$ 2.000.

A publicação foi feita numa edição extra do Diário Oficial, e a medida entrará em vigor nesta segunda. (Foto: Reprodução)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — No mesmo dia em que autorizou a retomada do funcionamento de escolas e estabelecimentos de ensino particulares e academias, o governador Ibaneis Rocha (MDB) decretou toque de recolher das 22h às 5h até o dia 22 de março no Distrito Federal.

A publicação foi feita numa edição extra do Diário Oficial, e a medida entrará em vigor nesta segunda. Segundo pessoas ouvidas pela reportagem, a decisão foi tomada por causa da alta taxa de ocupação de leitos e da alta taxa de transmissão do coronavírus.

Durante o toque de recolher, a população deverá permanecer em casa e só poderá sair em caso de necessidade de tratamento de saúde emergencial ou para a compra de medicamentos. Só poderão funcionar hospitais, clínicas médicas e veterinárias, farmácias, postos de gasolina e funerárias.

De acordo com a norma, o deslocamento urbano em desacordo com a regra pode gerar multa no valor de R$ 2.000.

Pressionado por diversos setores econômicos, Ibaneis Rocha tem recuado e vem ampliando os setores que podem funcionar no Distrito Federal.

No dia 27 de fevereiro, um dia após publicar o primeiro decreto, o governador ampliou o leque de atividades autorizadas a abrirem as portas, incluindo todo o segmento da construção civil, cartórios, hotéis, papelarias, bancas de jornal e até mesmo escritórios de profissionais autônomos, como os de advocacia e contabilidade.

Já no dia 1 de março, após reunião com o setor produtivo e manifestações pedindo a volta ao trabalho, Ibaneis sinalizou que poderia liberar mais algumas atividades, como escolas e academias, como o fez hoje.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

STF acaba com ditadura nos partidos e estabelece que dirigentes devem alternar poder através de eleições periódicas

Carro explode em posto de gasolina em São Pedro da Aldeia e deixa dois homens em estado grave

Mendonça leva ao plenário do STF ações contra emenda que criou benefícios em ano eleitoral

Ex-ministro do STF Marco Aurélio Mello diz que votará em Bolsonaro num eventual segundo turno contra Lula