Combustível

Petrobras anuncia redução de preços do diesel vendido a distribuidoras

No ano, a variação acumulada do preço de venda de diesel A da Petrobras para as distribuidoras é uma redução de R$ 0,71 por litro, o que equivale a 15,8%.

Petrobras anuncia redução de preços do diesel vendido a distribuidoras

Imagem ilustrativa — Foto:Reprodução

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (7) uma redução de R$ 0,27 por litro no preço do diesel A vendido para as distribuidoras. O combustível passa a custar R$ 3,78 por litro a partir de amanhã.

Considerando a mistura obrigatória de 88% de diesel A e 12% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor terá uma redução de R$ 0,24 por litro e passará a ser, em média, R$ 3,33 a cada litro vendido na bomba.

Assim, informou a Petrobras, o preço médio do diesel A S10 nas bombas poderá atingir o valor de R$ 5,92 por litro, considerando que o levantamento de preços de combustíveis da ANP para a semana de 26 de novembro a 02 de dezembro indicou um valor médio de R$ 6,16 por litro.

No ano, a variação acumulada do preço de venda de diesel A da Petrobras para as distribuidoras é uma redução de R$ 0,71 por litro, o que equivale a 15,8%.

Segundo empresa, “o ajuste é resultado da análise dos fundamentos dos mercados externo e interno frente à estratégia comercial da Petrobras, implementada em maio de 2023 em substituição à política de preços anterior, e que passou a incorporar parâmetros que refletem as melhores condições de refino e logística da Petrobras na sua precificação”.

COMPARTILHE

Bombando em Brasil

1

Brasil

Mulher morre dez dias após ficar internada ao se queimar fritando ovo

2

Brasil

Senador Veneziano critica tese de anistia aos presos do 8 de janeiro em Brasília: “não tem cabimento”

3

Brasil

Paraibano Hulk se emociona ao entrar em campo com criança diagnosticada com doença rara

4

Brasil

Bambam faturou quase R$ 1,5 mi após luta contra Popó; duelo durou 36 segundos

5

Brasil

Americanas registra prejuízo de R$ 4,6 bilhões em nove meses de 2023