Tragédia

Prédio pega fogo em São Paulo e paraibana morre ao se jogar do sexto andar; veja vídeo

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma das vítimas, a paraibana Maya Nitão, se jogou do sexto andar e foi encaminhada ao Hospital das Clínicas com parada cardiorrespiratória.

Prédio pega fogo em São Paulo e paraibana morre ao se jogar do sexto andar; veja vídeo

Um vídeo que circula nas redes sociais, feito de um imóvel vizinho, mostra chamas na sacada de um apartamento do edifício. — Foto:Reprodução/Redes sociais

Um incêndio em um prédio na Rua do Rócio, no bairro da Vila Olímpia, zona sul de São Paulo, terminou com duas pessoas feridas. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma delas, a paraibana Maya Nitão, se jogou do sexto andar e foi encaminhada ao Hospital das Clínicas com parada cardiorrespiratória. Maya Nitão não resistiu aos ferimentos e morreu. A outra vítima inalou fumaça e está no Hospital Beneficência Portuguesa.

O fogo começou por volta das 10h39 deste sábado, 25, e mobilizou 13 equipes dos Bombeiros. Ainda não há informações sobre o motivo do incêndio.

Um vídeo que circula nas redes sociais, feito de um imóvel vizinho, mostra chamas na sacada de um apartamento do edifício. No mesmo imóvel, saia fumaça preta de duas janelas.

Nas redes sociais, conforme apurou o ClickPB, o pai de Maya, César Nitão, homenageou a filha (confira abaixo do vídeo) e lamentou a sua partida. “O amor da minha vida agora é uma estrela no céu! Te amo eternamente minha linda filha como vovó falava meu bebê lindo! (sic)”, declarou César Nitão, radialista e proprietário da rádio Pedra Bonita FM de Itaporanga.

COMPARTILHE

Bombando em Brasil

1

Brasil

Especialista explica o que causou apagão cibernético, que afetou voos e bancos em todo mundo; entenda

2

Brasil

Grandes bancos enfrentam instabilidade após ‘apagão global’; saiba quais

3

Brasil

Apagão global: aeroportos do Brasil não enfrentam problemas, diz ministro

4

Brasil

CNJ afasta desembargador que disse que ‘mulheres estão loucas atrás dos homens’

5

Brasil

Homem desaparecido há mais de 30 anos é achado e reencontra família no Nordeste