Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Invasão

Sistemas do Ministério da Saúde ficam fora do ar após suspeita de ataque hacker

Segundo a pasta, os dados armazenados não foram perdidos e as plataformas passam, agora, por uma "manutenção corretiva".

Em dezembro do ano passado, um ataque hacker também derrubou o ConecteSUS, o e-SUS Notifica e o SI-PNI. (Foto: Reprodução/Programadores)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Ministério da Saúde retirou do ar três dos seus principais sistemas na manhã desta terça-feira (17) após uma suposta tentativa de acesso indevido.

Estão fora do ar o ConecteSUS, que dá acesso ao comprovante de vacinação contra a Covid-19, o e-SUS Notifica e o SI-PNI.

O ministério afirmou em nota que "a tentativa de acesso indevido" foi identificada nesta segunda-feira (16) e que os sistemas foram retirados do ar para resguardar as informações.

Segundo a pasta, os dados armazenados não foram perdidos e as plataformas passam, agora, por uma "manutenção corretiva".

"O Departamento de Informática do SUS (Datasus) identificou nessa segunda-feira (16) uma tentativa de acesso indevido e para resguardar as informações, os acessos foram suspensos até que toda a análise seja realizada. Vale ressaltar que a manutenção não causou impacto nos dados das plataformas", diz a nota.

Ao abrir o aplicativo do ConecteSUS, o usuário encontra uma mensagem de serviço indisponível.

"Nosso sistema está passando por uma indisponibilidade temporária. Nossa área tecnológica já está atuando para normalizar a situação de acesso. Pedimos, por favor, que aguarde ou tente novamente mais tarde."

De acordo com a pasta, a expectativa é que os sistemas sejam restabelecidos ainda na tarde desta terça. O governo não disse se a Polícia Federal foi acionada para investigar a tentativa de acesso.

Essa é a segunda vez em seis meses que os sistemas do Ministério da Saúde ficam fora do ar.

Em dezembro do ano passado, um ataque hacker também derrubou o ConecteSUS, o e-SUS Notifica e o SI-PNI.

À época, a PF e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) foram acionados. Os registros de vacinação da Covid-19 só foram recuperados e o ConeteSUS voltou a funcionar com instabilidade 13 dias depois.



Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Pacheco adia votação de PEC que amplia Auxílio Brasil, vale-gás e cria benefício para caminhoneiros

Aneel realiza nesta quinta-feira leilão de transmissão de energia

Pedro Guimarães oficializa pedido de demissão; leia a íntegra da carta

Adolescente é apreendido suspeito de esfaquear e jogar mãe em poço após vítima negar sexo, diz polícia