Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Caos

STJ decide soltar três funcionários da Vale e dois engenheiros presos

Eles estavam presos desde o dia 29 por atestar a segurança da barragem em Brumadinho que cedeu; até o momento, 134 mortes foram confirmadas.

Investigadores disseram que os profissionais participaram de forma direta e atestaram a segurança da barragem 1 que se rompeu, da Mina do Feijão. (Foto: © Reuters / Adriano Machado)

Por

A sexta turma do Superior Tribunal de Justiça concedeu por unanimidade, nesta terça (5), liberdade para três funcionários da Vale e dois engenheiros da empresa TÜV SÜD, segundo informações do G1.

Os engenheiros André Yassuda e Makoto Mamba, e os funcionários da Vale Cesar Augusto Paulino Grandchamp (geólogo), Ricardo de Oliveira (gerente de Meio Ambiente) e Rodrigo Artur Gomes de Melo (gerente executivo do Complexo Paraopeba da Vale) foram presos temporariamente em 29 de janeiro, por causa do rompimento da barragem em Brumadinho (MG).

Investigadores disseram que os profissionais participaram de forma direta e atestaram a segurança da barragem 1 que se rompeu, da Mina do Feijão.

A decisão é provisória e tem validade até que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais julgue o mérito dos habeas corpus apresentados pelos cinco investigados.

Segundo o último comunicado oficial, 134 mortes foram confirmadas na tragédia de Brumadinho. Outras 199 pessoas continuam desaparecidas.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Despacho de delegado com nome de aliado de Bolsonaro é pivô de crise na PF

Novas regras da CNH passam a valer na segunda-feira, simulador será opcional e aulas serão reduzidas

Juiz da Lava Jato manda soltar filho de Edison Lobão e impõe fiança

Cantor sertanejo Jota Bruno morre após bater carro em árvore em rodovia do MS