Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cinema

Editoria sobre Cinema ir para editoria →

Hollywood

Lina Wertmüller, primeira mulher indicada ao Oscar de Melhor Direção, morre aos 93 anos

Segundo a revista Variety, uma amiga da escritora e diretora informou que Lina 'morreu pacificamente em sua casa, próxima a seus entes queridos". A causa da morte não foi informada.

Lina Wertmüller, em foto de outubro de 2019, quando foi homenageada com uma estrela na Calçada da Fama. (Foto: Frederic J. BROWN / AFP)

Por

Lina Wertmüller, primeira mulher indicada ao Oscar de Melhor Direção, morreu aos 93 anos, nesta quinta-feira (9), na Itália.

De acordo com a revista Variety, uma amiga da escritora e diretora informou que Lina "morreu pacificamente em sua casa, próxima a sua filha e seus entes queridos". A causa da morte não foi informada.

Em 92 anos de Oscar, mulheres venceram principais categorias 28 vezes
Chloé Zhao leva Oscar de direção por 'Nomadland' e se torna 2ª mulher a ganhar categoria

Nascida em Roma, Lina teve como mentor o lendário diretor Frederico Fellini, a quem foi apresentada através de amigos em comum. A diretora foi assistente de Fellini em "8½ - Oito e Meio" (1963). Em 1972, fez sua estreia em Cannes com "Mimi, o Metalúrgico".

A italiana foi a primeira produtora a ser indicada ao Oscar de melhor direção com o longa "Pasqualino Sete Belezas" (1975), com o qual também foi candidata a melhor roteiro original. Sua carreira inclui ainda títulos como "I basilischi" (1963) e "Por um Destino Insólito" (1974).

Em 2019, Lina recebeu o Oscar honorário como homenagem a sua carreira, junto ao cineasta David Lynch e ao ator Wes Studi.

Os três receberam a homenagem, que, de acordo com a definição da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, reconhece as "extraordinárias contribuições" ao cinema ou o "excelente serviço" prestado a essa instituição por um profissional durante toda a sua vida.

No mesmo ano, Lina também foi homenageada com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Tom Cruise diz que jamais deixaria 'Top Gun' estrear no streaming em Cannes

Amber Heard diz que Johnny Depp a 'enforcou' com camisa durante Lua de Mel

Teatro Municipal de Campina Grande recebe Circuito Audiovisual Secult com mais quatro filmes de cineastas campinenses

Cineasta Breno Silveira morre de infarto aos 58 anos durante filmagem em Pernambuco