Alfredo Soares

Como empreender no Brasil em 2024?

O cenário do empreendedorismo no Brasil é complexo e desafiador. No ano passado, 2.153.840 negócios fecharam as portas, um aumento […]

Como empreender no Brasil em 2024?

O cenário do empreendedorismo no Brasil é complexo e desafiador. No ano passado, 2.153.840 negócios fecharam as portas, um aumento de 25,7% em relação a 2022. Apesar dos obstáculos, as micro e pequenas empresas abriram mais de 1,1 milhão de postos de trabalho em 2023, representando 80% das vagas com carteira assinada criadas no período, segundo dados do Sebrae.

Contudo, o endividamento das empresas é uma preocupação crescente, com dívidas que somam mais de R$ 126 bilhões e cerca de 6,6 milhões de empresas fechando as contas no vermelho.

Os Principais Desafios:

Alta Taxa de Fechamento de Negócios: A alta taxa de fechamento de negócios reflete as dificuldades enfrentadas pelos empreendedores, como a instabilidade econômica, a alta carga tributária e a burocracia excessiva.

Endividamento: Muitos empresários enfrentam dificuldades financeiras, agravadas pelo alto custo do crédito e a falta de planejamento financeiro. O endividamento afeta a capacidade de investimento e a sustentabilidade dos negócios.

Burocracia: O processo de abertura e fechamento de empresas no Brasil é burocrático e demorado, desestimulando novos empreendimentos e a formalização dos negócios existentes.

Carga Tributária Elevada: A complexidade e o alto custo do sistema tributário brasileiro são grandes obstáculos para os empreendedores, afetando a competitividade e a lucratividade das empresas.

O Potencial Empreendedor:

Apesar dos desafios, o Brasil é um dos países mais empreendedores do mundo. Em 2023, o país somou 90 milhões de empreendedores ou candidatos a empreendedores, segundo a pesquisa Monitor Global de Empreendedorismo (GEM). Dessas, 42 milhões são adultos que já possuem um negócio ou realizaram ações visando abrir um negócio no futuro, enquanto 48 milhões desejam empreender nos próximos três anos. O desejo de ter um negócio próprio é o terceiro maior entre os brasileiros, ficando atrás apenas de “viajar pelo Brasil” e “comprar a casa própria”.

Estratégias para Empreender no Brasil

1. Planejamento e Pesquisa de Mercado

Antes de iniciar qualquer empreendimento, é crucial realizar um planejamento detalhado e uma pesquisa de mercado. Entenda as necessidades do seu público-alvo, analise a concorrência e identifique oportunidades de mercado. Um plano de negócios bem elaborado deve incluir metas claras, estratégias de marketing, análise financeira e projeções de crescimento.

2. Educação e Capacitação

Invista em educação e capacitação contínua. Cursos, workshops e seminários sobre empreendedorismo, gestão empresarial, marketing e finanças podem fornecer o conhecimento necessário para enfrentar os desafios do mercado. Organizações como o Sebrae oferecem uma ampla gama de recursos educacionais para empreendedores.

3. Acesso ao Crédito e Gestão Financeira

Busque fontes de financiamento adequadas e desenvolva uma gestão financeira rigorosa. Linhas de crédito específicas para pequenas e médias empresas, programas de microcrédito e incentivos governamentais podem ser explorados. Mantenha um controle rigoroso sobre as finanças do negócio, evitando endividamentos excessivos e planejando investimentos com cautela.

4. Inovação e Adaptação

Adapte-se rapidamente às mudanças do mercado e invista em inovação. A capacidade de inovar e se adaptar às novas tendências é essencial para a sustentabilidade e o crescimento do negócio. Utilize tecnologias emergentes para melhorar processos, produtos e serviços, e esteja sempre atento às necessidades e expectativas dos consumidores.

5. Rede de Contatos e Parcerias

Construa uma rede sólida de contatos e parcerias. Networking pode abrir portas para novas oportunidades de negócios, fornecer suporte e aconselhamento, e facilitar a troca de experiências e conhecimentos. Participar de associações empresariais, eventos de empreendedorismo e grupos de discussão pode ser muito benéfico.

6. Foco no Cliente

Coloque o cliente no centro de suas estratégias. Ofereça um excelente atendimento ao cliente, invista em marketing de relacionamento e busque constantemente feedback para melhorar produtos e serviços. A satisfação do cliente é fundamental para a fidelização e o crescimento sustentável do negócio.

7. Formalização do Negócio

Formalize o seu negócio para acessar benefícios como linhas de crédito específicas, incentivos fiscais e maior credibilidade no mercado. A formalização também protege o empreendedor de riscos legais e facilita a expansão das atividades.

Apesar do cenário econômico complexo, e do empreendedor no Brasil ser uma #EspécieEmExtinção o potencial é enorme, e com as estratégias certas, é possível transformar sonhos em realidades prósperas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMPARTILHE

Bombando em Alfredo Soares

1

Alfredo Soares

Orquestrando o Sucesso: A arte do ecossistema de vendas integrado

2

Alfredo Soares

SpaceX: Pioneirismo Celestial e Estratégias de Marketing Visionárias

3

Alfredo Soares

NRF 2024: Impulsionando o Futuro do Varejo

4

Alfredo Soares

Como gerenciar um time de marketing e growth

5

Alfredo Soares

O novo papel do RH para o futuro dos negócios