Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cotidiano

Editoria sobre Cotidiano ir para editoria →

Famosos

Cantor R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão por crimes sexuais

Rapper americano está preso no Brooklyn, em Nova York.

Cantor R. Kelly chegando a uma audiência em 2019 (Foto: Reprodução)

Por

A Justiça dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira (29) a condenação do cantor R. Kelly, quase um ano depois que o cantor foi declarado culpado por dirigir durante décadas uma rede de tráfico e abusos sexuais.

A Promotoria pediu ao juiz do tribunal do Brooklyn 25 anos de prisão para o autor de "I Believe I Can Fly", que recrutou adolescentes e mulheres para fazer sexo. O Ministério público alega que a estrela do R&B dos anos 1990 ainda "representa um sério perigo público".

Em setembro, um júri em Nova York o considerou culpado em 11 acusações, incluindo extorsão.

"Seus atos foram insolentes, manipuladores, controladores e coercitivos. Ele não mostrou nenhum remorso ou respeito à lei", sustenta a Promotoria em documento, no qual assegura que "uma longa pena de prisão impedirá outros - ricos, famosos e com excesso de poder como aquele concedido pelo seu status - de cometer este tipo de crimes".

A defesa do cantor de 55 anos, atualmente encarcerado em uma prisão do Brooklyn, em Nova York, pedia que a pena não ultrapassasse 17 anos.

A partir de 15 de agosto, outro julgamento está programado para começar em um tribunal de Chicago, onde Kelly e dois colaboradores são acusados de manipular um julgamento de 2008 por pornografia e esconder anos de abuso infantil.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2022 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Poste é derrubado em principal avenida dos Bancários, em João Pessoa

Karina Bacchi se desculpa após criticar Giovanna Ewbank ao falar sobre reação a racismo: "mesmo agredida, não reagirei"

Simaria posta reflexão: 'Críticas construtivas de quem nunca construiu nada'

Após mudar sobrenome nas redes sociais, jornalista Patrícia Rocha anuncia gravidez e Bruno Sakaue especula trigêmeos: "aguardem"