Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cotidiano

Editoria sobre Cotidiano ir para editoria →

Covid-19

Indústria pornô aumenta audiência com a quarentena pelo coronavírus

A plataforma decidiu disponibilizar 10 filmes nacionais e internacionais no site e nos canais por assinatura.

O número de usuários também subiu 25% no período acima e a quantidade de vídeo views aumentou 15%. (Foto: Reprodução)

Por

Além de cursos online e aulas no Instagram, os brasileiros estão ocupando o seu tempo de quarentena em sites pornôs. A prova disso é que os canais estão registrando um aumento no número de acessos e assinaturas.

O número de visitas do Sexy Hot aumentou 31% no período de 14 a 19 de março, se comparado aos dias 7 e 12 do mesmo mês. O número de usuários também subiu 25% no período acima e a quantidade de vídeo views aumentou 15%.

A plataforma decidiu disponibilizar 10 filmes nacionais e internacionais no site e nos canais por assinatura.

"Queremos colaborar com a permanência das pessoas em casa, oferecendo mais opções de entretenimento e conteúdo de qualidade", explica a diretora-geral do Grupo Playboy do Brasil, Cinthia Fajardo.

Mais assinaturas - Nesta semana, a produtora de vídeo Brasileirinhas chegou a duplicar o número de assinaturas por dia. “Nossa média sempre foi de 300 assinaturas por dia, mas desde terça está chegando a 600”, afirmou Clayton Nunes, CEO da produtora, ao G1. Quando perguntado se pretende disponibilizar filmes gratuitos ou fazer alguma ação para este período de coronavírus, Nunes é categórico.

"Sou contra pornografia gratuita, porque acho que isto é para quem tem renda. Disponibilizando gratuitamente crianças e adolescentes irão ter acesso", explica.

Nunes explica que o consumo de conteúdo adulto se concentra nas horas vagas, por isso é o normal que o consumo aumente na quarentena. "Como as pessoas estão de quarentena é natural que o consumo aumente. O tempo livre causa esse comportamento", afirma.

Aumento global - Não é só no Brasil que as pessoas têm procurado mais esses sites. O Porn Hub, um dos mais famosos sites do entretenimento adulto do mundo, registrou um aumento global de acessos. A empresa até disponibilizou um especial de dados sobre consumo na época de coronavírus em seu site de resultados.

No nível global, o número de acessos tem aumentado diariamente. Na terça-feira (17), o gráfico registrava o aumento de 11,6% em comparação a um dia médio, segundo o Porn Hub. Desde o dia 12 de março, o gráfico que mostra os acessos no Brasil também aumentam. Na última terça, o tráfego no site era 13,1% maior que um dia normal.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Procon-JP fiscaliza 120 lojas, notifica sete e autua duas durante Operação Black Friday

Eleitores de 57 cidades voltam às urnas neste domingo no segundo turno

Terminam hoje inscrições para Pedal Cooperativo que vai beneficiar o Hospital Padre Zé, em João Pessoa

Prefeitura de João Pessoa entrega mais um trecho padronizado da Avenida Epitácio Pessoa