Arte

Cátia de França celebra 50 anos de carreira com disco produzido só com músicos paraibanos

Cátia de França explicou que a fórmula para produzir um disco novo era envolver músicos paraibanos.

cátia de frança, lançamento, artistas, paraibanos, carreira

Artista comemora meio século de carreira com lançamento de álbum. (Foto: Divulgação)

Meio século de carreira, seis discos lançados e uma trajetória que transita entre palcos e parceiros musicais dos quatro cantos do país. A multiartista paraibana Cátia de França chega aos 77 anos lançando ‘No Rastro de Catarina’, seu novo trabalho com 12 composições inéditas e que unem o passado e o presente. O disco estará disponível em todas as plataformas musicais, a partir desta sexta-feira (19), uma produção feita integralmente em sua terra natal. O show de lançamento será nos dias 19 e 20, no Sesc Pompeia, São Paulo.

Cátia de França explicou que a fórmula para produzir um disco novo era envolver músicos paraibanos. “Chegou um momento em que percebi uma cobrança por um novo trabalho, que vinha sempre acompanhada do questionamento se eu havia parado de compor. Esse disco foi regado por sentimentos de entrega, vontade e confiança. Por isso, eu apostei numa fórmula que deu certo, que é fazer disco novo com músicos paraibanos”, contou.

‘No Rastro de Catarina’ foi gravado ao vivo em João Pessoa, terra natal da cantora, no Estúdio Peixeboi, e contou com a participação dos músicos Cristiano Oliveira (viola, violão e violão de aço), Marcelo Macêdo (guitarra e violão de aço), Elma Virgínia (baixo acústico, baixo elétrico e fretless), Beto Preah (bateria e percussões) e Chico Correa (sintetizadores), que também assina a produção musical do disco ao lado de Marcelo Macêdo. O disco ainda tem a participação de Gláucia Lima no vocal, Dina Faria na direção artística e Felipe Tichauer na masterização. 

Cantora comemora 50 anos de carreira.

50 Anos de carreira

Cátia cresceu em um lar musical e foi alfabetizada com canções, pela sua mãe Adélia de França, a primeira educadora negra da Paraíba. A cantora costuma contar que em sua casa “podia faltar manteiga, mas jamais faltaria um livro”. 

Apadrinhada pelo compositor e produtor Zé Ramalho, gravou ‘20 Palavras ao Redor do Sol’ (1979), seu primeiro trabalho pela CBS, que conta com a participação de Sivuca, Dominguinhos, Sérgio Boré, Chico Batera, Lulu Santos e Bezerra da Silva. Em 1980, lança o álbum ‘Estilhaços’. 

Cátia também gravou o LP ‘Feliz Demais’ (1985) e ‘Olinda’ (1986), com participação da Banda Azymuth. Já em 1998, lança o CD ‘Avatar’ (1998) pelo selo CPC Umes, do qual participam Chico César (1964-), Xangai (1948-) e Quinteto de Cordas da Paraíba. 

Em 2005, grava o CD ‘Cátia de França Canta Pedro Osmar’, interpretando músicas do cantor, compositor e instrumentista paraibano. Em 2012, lança o CD independente ‘No Bagaço da Cana / um Brasil Adormecido’, com a Camerata Arte Mulher, formada por musicistas eruditas da Paraíba e inspirado em textos de José Lins do Rego.

 Com o patrocínio da Natura Musical, Cátia de França apresenta a seus fãs o CD ‘Hóspede da Natureza (2016)’, inspirado na obra do escritor Henry David Thoreau (1817-1862) e com uma musicalidade que transita do reggae ao blues, passando por bossa nova, rock e bumba meu boi.

Onde ouvir Cátia de França

IG

X  

Soundcloud 

Spotify  

Youtube 

Confira também

Brasileiros têm R$ 7,78 bilhões “esquecidos”; saiba como resgatar

 

COMPARTILHE

Bombando em Cultura

1

Cultura

Quadrilhas juninas se apresentam no Valentina e em Mangabeira neste final de semana no projeto Pré-Junino

2

Cultura

Trio de forró pé de serra anima Centro de João Pessoa hoje; veja local da apresentação

3

Cultura

Turistas terão entrada exclusiva, pelo Parque Evaldo Cruz, durante o São João de Campina Grande

4

Cultura

Serra Branca gasta R$ 590 mil com cachês para shows no mês de junho

5

Cultura

Ivete Sangalo cancela turnê ‘A Festa’ que teria shows em João Pessoa e outras capitais