Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cultura

Editoria sobre Cultura ir para editoria →

Energisa expõe a Geometria Sensível de Denis Cavalcanti

Por

Formas geométricas milimetricamente precisas e variedades cromáticas. Misture estes ingredientes à técnica de acrílico sobre tela e você terá como resultado a expressiva arte de Denis Cavalcanti, que pode ser contemplada durante todo o mês de junho no Hall de Exposições Energisa, através de nove telas sob o título “Geometria Sensível: Cor e Forma”.

A paixão de Denis pelo desenho geométrico dura há pouco mais de 30 anos, embasada em seu trabalho como desenhista técnico de urbanismo, arquitetura, arte publicitária e serigrafia. Suas mais fortes influências são pautadas na Escola Construtivista Russa, movimento estético-político que primava pela utilização constante de elementos geométricos, cores primárias e fotomontagem, bem como o Cubismo, rompimento com a imagem real.

Suas principais inspirações são Kandinsky, precursor da abstração no campo das artes visuais; Vasarely, considerado o "pai da OP ART" (abreviatura de Optical Art), que concebeu a forma e a cor em dimensões inimagináveis e Piet Mondrian, que capitaneou o movimento artístico de vanguarda do Neoplasticismo, cultuando a arte abstrata. No Brasil, Denis espelha-se em Alfredo Volpi, um dos artistas mais importantes da segunda geração do Modernismo; Luís Sacilotto, uma das maiores expressões do Abstracionismo no Brasil e Rubem Valentim, um dos grandes pintores construtivistas brasileiros.

Denis explica o seu processo particular de criação: “A base geométrica é um estudo de linhas e formas. Cada espaço é estudado antes, de maneira milimétrica. A partir do desenho já pronto, vou estudando toda a parte cromática e assim, desenvolvo a harmonização da forma e da cor. Nem sempre o que aparece ali de imediato é o resultado que eu gostaria de ter. Então, vou alterando até chegar a um resultado satisfatório, até a obra “receber alta””, revela.

Nascido na cidade de Patos – PB, Denis já acenava com um futuro promissor nas artes plásticas, sendo, na infância, caprichoso com o feitio das capas de livros e cadernos. Na adolescência, pintava camisetas para os amigos. Teve o primeiro contato com o desenho em Campina Grande, onde estudou e trabalhou, produzindo desenhos de urbanismo. Assumiu o departamento de Artes Gráficas da TV Borborema. Na televisão e no rádio, foram surgindo diversos trabalhos como cenografia e gráficos. Denis desenhava e diagramava para o jornal dos Diários Associados e também cobria férias de radialistas. “Virei uma espécie de “coringa””, diz o artista plástico.

Em junho de 2006, no Espaço Criativo em João Pessoa, lança a sua 1ª exposição individual, bem como o seu catálogo contendo obras que seriam expostas alguns meses depois em São Paulo.

O artista e seu reconhecimento

Denis Cavalcanti recebeu voto de aplauso tanto da Câmara Municipal de Campina Grande por promover junto à prefeitura a 1ª Semana de Incentivo à Arte do Campinense, como da Assembléia Legislativa do Estado. Recebeu do Colégio Geo o Prêmio Chaplin de honra ao mérito intelectual. Registra-se ainda a sua participação no XVI Salão de Artes de Teresina; sua exposição na Câmara (2008) e no Senado Federal (2009) em Brasília e o 1º lugar do Prêmio Guilherme Hortêncio Ribeiro, em João Pessoa.

Além das formas, uma das características mais visíveis de Denis Cavalcanti é a grande variedade de cores impressas em suas obras. Na sua inquietação de artista, Denis busca constantemente criar novas combinações em sua paleta: ”Uso tantas cores que não posso me prender a uma só. Gosto de respeitar as composições, mas não existe predominância de uma cor.”

Em sua 8ª exposição individual, além de várias coletivas, Denis ressalta que não pretende imprimir nenhuma mensagem em específico com a sua arte: “Ela pode expressar o que eu sinto ou até mesmo uma técnica, não uma filosofia de vida. É apenas uma forma de expressar a minha sensibilidade.” Dado o recado, cabe agora ao visitante conferir a exposição e dar-se a liberdade de fazer a sua própria leitura.



Serviço:

“Geometria Sensível: Cor e Forma”, de Denis Cavalcanti Porto
Hall de Exposições Energisa
BR-230, Km25 – Cristo Redentor – João Pessoa – PB
PABX: (83) 2106-7000
Exposição de 1 a 30 de junho de 2009
De segunda a sexta-feira, de 7h30 às 17h30


Atelier:

Av. Francisco Lustosa Cabral, 468 – Cristo Redentor
João Pessoa-PB
Fone:(83) 3223-6880/ 9112-5687 
e-mail: deniscporto@hotmail.com

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

A pedido da família de Paulo Gustavo, não haverá velório no Theatro Municipal

Paulo Gustavo morre de Covid no Rio, aos 42 anos

Família de Paulo Gustavo é chamada em hospital que o ator está internado

Tatá Werneck critica rumores sobre morte de Paulo Gustavo