Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cultura

Editoria sobre Cultura ir para editoria →

Literatura

'Feminicídio' e 'criptomoeda' entram para vocabulário da língua portuguesa da ABL

Telemedicina, ciberataque, judicialização, covid-19, pós-verdade, negacionismo, necropolítica, gentrificação e ciclofaixa também são verbetes acrescidos ao Volp.

Ainda foram registrados novos estrangeirismos como botox, bullying, compliance, crossfit, home office, lockdown, podcast e emoji. (Foto: Reprodução)

Por

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) — Criptomoeda, feminicídio, homoparental, infodemia e sororidade. O que essas palavras têm em comum? Além de serem usadas pelos brasileiros, elas vão constar, pela primeira vez, no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras. As informações são da Agência Brasil.

A sexta edição do Volp está disponível para consulta online, no site da Academia. O conteúdo pode ser acessado também pelo aplicativo oficial do Volp, disponível no Google Play e na App Store. Essa é a primeira atualização da publicação desde a quinta edição, lançada em 2009.

A Comissão de Lexicologia e Lexicografia da ABL, presidida por Evanildo Bechara, vem reunindo novos vocábulos colhidos em textos literários, científicos e jornalísticos ou recebidos como sugestão por quem consulta o Volp.

A obra foi atualizada com o objetivo de oferecer ao público uma edição em dia com a evolução da língua, de modo a refletir as mudanças da sociedade.

Telemedicina, ciberataque, judicialização, covid-19, pós-verdade, negacionismo, necropolítica, gentrificação e ciclofaixa também são verbetes acrescidos ao Volp.

Ainda foram registrados novos estrangeirismos como botox, bullying, compliance, crossfit, home office, lockdown, podcast e emoji.

De acordo com a ABL, muitos dos acréscimos feitos no Volp se referem a termos oriundos do desenvolvimento científico e tecnológico, do contexto da pandemia do novo coronavírus, do registro mais abrangente de nomes de povos indígenas, assim como de termos técnicos das diversas áreas do conhecimento e novos vocábulos de uso comum, sempre de acordo com os critérios de formação de palavras da língua-padrão.

O Volp é um levantamento de palavras existentes na língua, com indicação da grafia correta.

Com 382 mil entradas, o novo Volp tem mil palavras novas, além de correções e informações complementares nos verbetes, como acréscimos de pronúncia correta, e, em alguns casos, significados diversos para palavras que têm a mesma grafia ou mesma pronúncia (homonímia) ou grafia e pronúncia parecidas (paronímia), visando desfazer dúvidas e ambiguidades.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Sertanejo Zé Neto paga R$ 7 milhões à vista em sua nova mansão

Beer Pub tem programação especial para todos os gostos neste final de semana

Réveillon de Santa Rita: Emerson Panta anuncia shows de Calcinha Preta e Taty Girl

Geisy Arruda entra para o Onlyfans: ‘Vou trabalhar com o imaginário das pessoas’