Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cultura

Editoria sobre Cultura ir para editoria →

Em João Pessoa

Fest Aruanda exibirá documentário inédito sobre Sidney Magal e cantor faz vídeo convidando o público paraibano para o evento

O filme é um documentário repleto de músicas, narrado em primeira pessoa, que resgata a trajetória do cantor, repassando os seus mais de 50 anos de carreira.

Documentário aborda a vida de Sidney Magal (Foto: Rodrigo West)

Por

O filme ''Me chama que eu vou'', inspirado no cantor Sidney Magal, encerrará o 15º Festival de Cinema Aruanda do Audiovisual Brasileiro, que acontece de 10 a 17 de dezembro, em João Pessoa. O filme é um documentário repleto de músicas, narrado em primeira pessoa, que resgata a trajetória de Sidney Magalhães, nome verdadeiro do cantor, desde a infância até o presente, repassando os seus mais de 50 anos de carreira e mostrando o homem por trás do artista.

O artista fez questão de divulgar um vídeo convidando o público paraibano para a ocasião:


A diretora Joana Mariani conheceu o cantor no começo dos anos 2000, durante as filmagens do clipe da música “Tenho”, dirigido por Pedro Becker, que foi lançado no Fantástico, e se aproximou do artista e de sua família. “A cada encontro, as histórias de vida, das experiências e ‘causos’ contados por ele fascinavam a todos. Sidney Magalhães é uma figura deliciosa, muito diferente da personagem que ele criou para sua vida artística (Sidney Magal)”, conta a cineasta.

Além do documentário, a diretora prepara um outro filme sobre o artista, desta vez como produtora, ao lado de Diane Maia. ''Meu sangue ferve por você'' é  uma comédia romântica musical, livremente adaptada na vida do cantor, que será dirigida por Paulo Machline, com José Loreto como Sidney Magal e Giovana Cordeiro como Magali. “A ficção é um recorte de três meses sobre como ele e Magali se conheceram, há 40 anos, em uma turnê que ele estava fazendo pela Bahia para lançar um disco. É uma comédia romântica musical, uma história verdadeira, mas totalmente reescrita. Como falamos, um ‘conto Magalesco’.

Veja o teaser do documentário:


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Biblioteca Nacional premia contos de Jarid Arraes e romance de Menalton Braff

Após recomendação de suspensão de eventos com aglomeração, Prefeitura de Campina Grande converte programação do Natal Iluminado em lives

Cantora gospel é agredida pelo marido em shopping

Cantor Louro Santos será sepultado às 13h desta segunda-feira, em Pernambuco