Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cultura

Editoria sobre Cultura ir para editoria →

Famosos

Gisele Bündchen critica ódio contra modelo que fez declaração antivacina

"Não posso acreditar no ódio direcionado a ela por expressar seus sentimentos. A única forma de criar um mundo melhor é através de compaixão e aceitação", afirmou Gisele.

"Não serei obrigada a provar minha saúde para fazer parte da sociedade", disse ela, contrariando recomendação de especialistas. (Foto: Reprodução)

Por

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — A modelo holandesa Doutzen Kroes, 36, usou suas redes sociais nesta semana para fazer um desabafo sobre a obrigatoriedade da vacina contra Covid-19 imposta por alguns países e eventos. Em seu depoimento, ela fala em injustiça e afirma: "Não serei obrigada a tomar a vacina".

"Não consigo mais fechar os olhos à injustiça que está acontecendo bem na nossa frente. Apesar de minhas mãos estarem tremendo ao escrever isso, sinto que já é hora de ter coragem e dizer a minha verdade: não serei obrigada a tomar a vacina. Não serei obrigada a provar minha saúde para fazer parte da sociedade", disse ela, contrariando recomendação de especialistas.

A modelo continuou afirmando que não aceita exclusão com base no estado de saúde e que a "liberdade de expressão é um direito pelo qual vale a pena lutar, mas só podemos resolver isso unidos em paz e amor". Muitos internautas criticaram e muitos outros apoiaram a posição e a coragem da modelo.

Entre os que comentaram o post de Kroes nas redes sociais estão as brasileiras Gisele Bündchen, 40, e Lais Ribeiro, 30. "Não posso acreditar no ódio direcionado a ela por expressar seus sentimentos. A única forma de criar um mundo melhor é através de compaixão e aceitação", afirmou Gisele.

Já Laís respondeu apenas com a palavra "Amém", mas ambas foram bastante criticadas por brasileiros. "Desserviço de vocês. Vivem em uma bolha, longe do que a maioria vive", "empatia temos que ter pelas pessoas que morreram" e "empatia na pandemia é se vacinar" foram alguns comentários.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Monólogo aclamado pela crítica, 'Cartas Libanesas' chega a João Pessoa com entrada gratuita

Quadro de Bansky destruído por triturador é vendido por R$ 140 milhões

Novo Nobel de Literatura, Abdulrazak Gurnah sairá pela Companhia das Letras

Superman dos anos 90, Dean Cain critica herói bissexual em nova edição