Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cultura

Editoria sobre Cultura ir para editoria →

Famosos

Juliette diz que encontrou sentido para carreira musical

A advogada e maquiadora liberou em seu canal no YouTube seu primeiro clipe, "Diferença Mara", que compõe o EP lançado na última quinta (2).

Agora, seu sonho é subir aos palcos, assim que a pandemia permitir. "Estou me planejando para sonhar com isso. Tudo no seu tempo", afirma ela. (Foto: Reprodução/Instagram)

Por

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — Juliette Freire, 31, que viu sua vida se transformar após vencer o Big Brother Brasil 21, dá mais um passo em sua carreira como cantora nesta segunda-feira (6). A advogada e maquiadora liberou em seu canal no YouTube seu primeiro clipe, "Diferença Mara", que compõe o EP lançado na última quinta (2).

"Nunca imaginei que as pessoas iriam me enxergar como uma cantora", afirmou Juliette em conversa com a imprensa, na manhã desta segunda. Durante o bate-papo, ela contou que escolheu para seu primeiro clipe, dirigido por Giovanni Bianco, a música que misturava mais ritmos e que tocasse mais pessoas. "Para abraçar o Brasil inteiro", brinca.

Apesar de não terem sido escritas por Juliette, a paraibana afirma que se identificou com as seis canções que compõem seu EP e que essa identificação deu sentido a sua carreira musical. "Sempre gostei de músicas que falassem o que eu pensava", explica ela, que agora quer compor suas próximas canções. "Sei que tenho muito o que aprender, o que mais quero é poder escrever com meus amigos".

O estilo musical que pretende seguir já está definido: "calminho, poético e suave", afirma. "Não tenho fôlego e animação para cantar e dançar. Acho muito massa, mas não cheguei nessa desenvoltura como artista", conta a cantora, que confessa ter buscado um caminho mais confortável para iniciar a carreira.

Agora, seu sonho é subir aos palcos, assim que a pandemia permitir. "Estou me planejando para sonhar com isso. Tudo no seu tempo", afirma ela, que apesar da ansiedade confessa que sem o isolamento social talvez se sentisse mais assustada quando deixou o BBB 21, já que o contato com o público acabou sendo reduzido.

Para ela, a saída do programa significou uma mudança total de vida. "Estou construindo tudo, me construindo como artista", pontua. Nesse processo, ela confessa momentos de nervosismo e que chegou a "fingir costume" quando encontrava grandes artistas. "Quando vi Gilberto Gil eu chorei", relembra.

Juliette reforça que mesmo com o reconhecimento nacional, não aceitará o rótulo de perfeição. "Quero que as pessoas me vejam com a minha humanidade", diz, "vou continuar errando". A campeã do reality diz que agora também sente que perdeu um pouco de sua autonomia.

"O que está acontecendo comigo, é um sonho, [mas] hoje não penso só em mim, mas em como vou influenciar uma pessoa e como eu posso ser exemplo". Ela afirma que busca formas de diminuir esse peso, e espera por outra edição do BBB. "Quando tiver outro Big Brother acho que as pessoas vão ter novos amores", explica, "e eu sei que vai dar uma acalmada".

Juliette conta que além de lidar com uma vida pública, todo o processo criativo do EP foi extremamente difícil e até chocante. "Quando eu saí [do BBB] fiquei um pouco assustada com todas as oportunidades que me apareceram, e eu tive contato pela primeira vez com as letras das músicas", relembra.

Ela conta que os produtores e equipe apontavam uma "musicalidade natural" de sua parte, o que não facilitou o trabalho de gravação. Para a artista, no entanto, continuar trabalhando em sua carreira musical foi uma decisão que deu sentido a todos os acontecimentos após sua saída do reality. "A música era o que me trazia paz."

Mesmo assim, ela confessa ter passado por um processo longo após o reality até se enxergar como cantora, e que não imaginava a repercussão. "Não imaginei nem ganhar o Big Brother", brinca. Nesse período, ela pôde conta com o apoio de Anitta, 28, que a ex-BBB afirma ter ajudado para além das gravações.

"Minha relação com a Anitta é muito bonita. Eu a tinha como uma referência feminina mesmo", comenta Juliette que não descarta a possibilidade de uma parceria para os próximos anos. "Tem que respeitar a história dela, porque ela tirou leite de pedra, como falamos lá no Nordeste."

Para o futuro de sua carreira, a paraibana afirma que terá estudo, dedicação e "muito frio na barriga", já que um novo desafio já começará na próxima semana, quando ela estreará como apresentadora no programa TVZ (Multishow). "É música e vou conhecer pessoas que eu admiro", resume ela sobre sua estreia no dia 13.

Com muito trabalho pela frente, Juliette afirma que o mais importante ela já conseguiu, e não é o prêmio de R$ 1,5 milhão conquistado ao vencer o BBB 21: "Meu sonho era encontrar sentido para tudo o que aconteceu comigo, já consegui."

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Sertanejo Zé Neto paga R$ 7 milhões à vista em sua nova mansão

Beer Pub tem programação especial para todos os gostos neste final de semana

Réveillon de Santa Rita: Emerson Panta anuncia shows de Calcinha Preta e Taty Girl

Geisy Arruda entra para o Onlyfans: ‘Vou trabalhar com o imaginário das pessoas’