Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Economia

Editoria sobre Economia ir para editoria →

Reorganização

Banco do Brasil anuncia programa de demissão voluntária e fechamento de 361 unidades em todo o país

A economia líquida anual estimada com despesas administrativas gerada por essas medidas é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

Banco do Brasil anunciou uma reorganização da rede de atendimento (Foto: Walla Santos/ClickPB)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Banco do Brasil aprovou um amplo conjunto de medidas que diminuem sua estrutura organizacional. Serão fechadas 361 unidades, sendo 112 agências, 7 escritórios e 242 postos de atendimento.

As medidas foram anunciadas nesta segunda-feira (11) ao mercado. Segundo o banco, 243 agências serão transformadas em postos de atendimentos e outros 8 postos serão transformados em agências. O banco também vai transformar 145 unidades de negócios em lojas, sem guichês de caixa (em um modelo voltado à assessoria e relacionamento).

Também será feito o compartilhamento de 85 unidades de negócios, e criadas 28 unidades de negócios -sendo 14 agências especializadas em agronegócio e 14 escritórios especializados no atendimento a clientes com maturidade digital- com aproveitamento de espaços existentes.

"A reorganização da rede de atendimento objetiva a sua adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes e compreende, além das medidas de otimização de estrutura, outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais", afirma o banco em comunicado distribuído ao mercado.

A economia líquida anual estimada com despesas administrativas gerada por essas medidas é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

Foram aprovadas ainda, duas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários: o Programa de Adequação de Quadros (PAQ), para otimizar a distribuição da força de trabalho, e o Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), disponível a todos os funcionários do BB que atenderem aos pré-requisitos.

A estimativa do BB é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento. O número final de adesões, assim como o respectivo impacto financeiro, serão informados ao mercado após o encerramento dos períodos de adesão que ocorrerá até 5 de fevereiro.






Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Reclamações sobre empréstimo consignado crescem 156%

Governo da Paraíba paga salários de setembro dos servidores na quarta e quinta-feira

Orçamento do abono salarial prevê R$ 21 bilhões para 2022

Novo empréstimo do CAIXA Tem promete liberar crédito para público baixa renda