Impostos

Deputado Júnior Araújo defende análise minuciosa do projeto que prevê aumento do ICMS na Paraíba

O imposto estadual (com alíquota modal) incide sobre energia, combustíveis e telecomunicações e outros produtos e serviços.

Deputado Júnior Araújo

Júnior Araújo classificou a proposta de antipática — Foto:Reprodução

O deputado estadual Júnior Araújo (PSB) defendeu uma análise minucioso sobre o projeto enviado à Assembleia Legislativa da Paraíba pelo Governo do Estado que prevê o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, o parlamentar governista classificou a proposta como “antipática”.

“É uma pauta antipática, ninguém gosta de tratar porque se trata de aumento de imposto, o que reflete na nossa vida de forma direta. Quando se aumento os combustíveis, aumenta o arroz, o feijão, a carne”, declarou Júnior Araújo.

De acordo com o projeto, a alíquota do ICMS passara de 18% para 20%. O imposto estadual  (com alíquota modal) incide sobre energia, combustíveis e telecomunicações e outros produtos e serviços.

Na justificativa do projeto, o governador João Azevêdo (PSB) afirma que tem mantido a alíquota em 18% como medida de justiça social e sensibilidade, mas que é preciso recompor as perdas de arrecadação com a mudança da sistemática de cálculo do ICMS incidente sobre combustíveis trazida pela Lei Complementar 192/22.

COMPARTILHE

Bombando em Economia

1

Economia

‘Inflação do churrasco’: Cerveja fica mais cara e pesa no bolso do brasileiro

2

Economia

Festa Literária de Dona Inês celebra Literatura e Educação no clima frio da serra paraibana

3

Economia

Petrobras anuncia nova descoberta de petróleo na Margem Equatorial

4

Economia

Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 56 milhões

5

Economia

Ipea aponta que Governo Central deve ter superávit de R$ 1,3 bi em março, com alta de 10% na receita líquida