Na Paraíba

Empresários da China buscam construir porto e cidade internacional em Mataraca com 100 mil empregos, moradia, comércio e indústrias

O grupo de empresários envolvido já participou das construções de cidades como Dubai, Catar, Singapura e Egito e busca implantar o mesmo modelo de negócios em outros locais.

Empresários da China buscam construir porto e cidade internacional em Mataraca com 100 mil empregos, moradia, comércio e indústrias

O investimento previsto para Mataraca é de R$ 150 bilhões. — Foto:Pixabay/Ilustrativa

Empresários da China buscam construir um porto e uma cidade internacional em Mataraca, no Litoral Norte da Paraíba. O projeto deve gerar 100 mil novos empregos diretos e indiretos na construção, moradia, comércio e indústrias e foi anunciado nesta sexta-feira (1º). A assinatura do protocolo de intenções entre a Prefeitura de Mataraca e o grupo empresarial deve ocorrer no dia 11 de dezembro.

O grupo de empresários envolvido já participou das construções de cidades como Dubai, Catar, Singapura e Egito e busca implantar o mesmo modelo de negócios em outros locais.

O investimento previsto para Mataraca é de R$ 150 bilhões. O projeto de construção deve ser concluído entre 8 e 10 anos.

A ideia é que o porto e a cidade internacional movimentem um fluxo de 250 mil pessoas. São previstas unidades residenciais, comerciais, industriais, serviços, lazer, universidades e outros estabelecimentos.

COMPARTILHE

Bombando em Economia

1

Economia

Grupo Mateus vende imóveis dos supermercados em Patos e Guarabira; saiba como ficam os estabelecimentos

2

Economia

Paraíba tem mais de 800 oportunidades em concursos públicos no mês de março; confira

3

Economia

Vítimas da Braiscompany fazem carreata hoje para comemorar prisão de Antônio Neto e Fabrícia Ais

4

Economia

VEJA FOTOS: condomínio de luxo onde ‘casal Braiscompany’ se escondia tem campo de golfe, quadras de tênis e ‘clube familiar’

5

Economia

BRAISCOMPANY: Antônio Neto e Fabrícia Ais são presos na Argentina, após mais de um ano foragidos