Cenário

Pesquisa mostra que 50% das micro indústrias creem em aumento da inflação, mas com criação de empregos

Um dado relevante da pesquisa revela que a taxa de juros é o principal obstáculo para a obtenção de empréstimos ou financiamentos.

Pesquisa mostra que 50% das micro indústrias creem em aumento da inflação, mas com criação de empregos

A 12ª edição da Pesquisa Indicador Nacional de Atividade da Micro e Pequena Indústria, conduzida pelo instituto Datafolha a pedido do Sindicato da Micro e Pequena Indústria (SIMPI), oferece uma análise abrangente do cenário econômico enfrentado pelo setor em março de 2024. O estudo aponta que os empresários paulistanos estão mais pessimistas em relação à inflação, porém demonstram estabilidade na geração e manutenção de empregos.

Um dado relevante da pesquisa revela que a taxa de juros é o principal obstáculo para a obtenção de empréstimos ou financiamentos, seguido pela falta de linhas de crédito adequadas ao porte das MPI’s em nível nacional. Na cidade de São Paulo, 43% dos empresários relataram dificuldades com a taxa de juros na obtenção de crédito, enquanto 21% mencionaram a falta de linhas de crédito apropriadas para o tamanho de seus negócios.

O Índice de Contratação e Demissão das MPI’s, que varia de 0 a 200, alcançou 102 pontos, com uma parcela de empresas contratando (19%) ligeiramente superior àquelas demitindo (17%) em média nacional. Na região do município de São Paulo, destaca-se como uma das áreas que mais geraram empregos (20%), ficando atrás apenas da região Centro-Oeste/Norte (23%). O índice atingiu 108 pontos em São Paulo, acima da média nacional. Em relação às demissões, a região foi a que menos reduziu o número de postos de trabalho, com apenas 13% das empresas declarando ter demitido funcionários.

Quanto à expectativa em relação à situação econômica do estado (UF) da empresa, a nível nacional, para os próximos três meses, 31% agora esperam uma melhoria na economia do estado de atuação, mantendo-se estáveis em comparação com o último bimestre. Em São Paulo, mais da metade dos entrevistados (53%) prevê que a situação permanecerá inalterada, enquanto apenas 13% acreditam que vai piorar.

A pesquisa também indica que o cenário mais pessimista em relação à inflação segue uma tendência negativa, com uma redução de 50% para 47%, enquanto o otimismo permanece estável. Na cidade de São Paulo, mais da metade dos entrevistados (52%) acredita que a inflação vai aumentar, enquanto apenas 9% acreditam que vai diminuir.

Pesquisa encomendada pelo SIMPI e realizada pela Datafolha, o Indicador Nacional de Atividade da Micro e Pequena Indústria, mostra a situação real da categoria. A coleta de dados ocorreu entre os dias 12 e 28 de março de 2023, foram realizadas 715 entrevistas.

SIMPI 

COMPARTILHE

Bombando em Economia

1

Economia

Varejo da Paraíba registra crescimento pelo 3º mês seguido, revela IBGE

2

Economia

Empresas com débitos poderão ter condições para continuar no Simples; entenda projeto de lei 37/23

3

Economia

Após derrubada de acesso livre de “personal trainers” a academias, líder da categoria na Paraíba diz que leis não atrapalham setor

4

Economia

3 em cada 10 brasileiros já se endividaram por conta de namorado

5

Economia

51% dos brasileiros já compraram um presente para o Dia dos Namorados mesmo com dificuldades financeiras