Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Economia

Editoria sobre Economia ir para editoria →

Marketing Multinível

Suspeito de idealizar TelexFree é 'especialista' em pirâmides

Sanderley Rodrigues já esteve envolvido em esquema de pirâmide em 2006 e aparece em vídeo como garoto-propaganda da Telexfree

Por

 

Na apuração sobre o caso da TelexFree, que corre em paralelo em diversas promotorias de defesa do consumidor do Brasil, o nome de Sanderley Rodrigues de Vasconcelos aparece como o possível mentor da empresa. A promotora Alessandra Garcia Marques, do Ministério Público do Acre, estado que determinou o congelamento das atividades e dos bens da TelexFree, disse que ainda não há provas concretas de que ele seja o idealizador do esquema, mas há fortes indícios. "O nome dele apareceu diversas vezes em nossa investigação e acreditamos que a investigação nos leve ao envolvimento dele com a empresa", disse Alessandra ao site de VEJA.

Reprodução

Sanderley Rodrigues

Sanderley Rodrigues foi investigado pela SEC

Sanderley Rodrigues, apelidado de Sann, cresceu em Xapuri, Acre, mas ficou conhecido por sua empresa anterior, a Universo FoneCLub Corporation, fundada em parceria com Victor Sales Brito, nos Estados Unidos. A empresa, que também vendia o serviço de telefonia Voip - o mesmo comercializado pela TelexFree - em 2006 foi alvo de investigação da autoridade reguladora do mercado de capitais americana (a Securities and Exchange Comission, ou SEC, na sigla em inglês). À época, a empresa também foi acusada de criar pirâmide financeira - o que é considerado crime.

 

 

 

Com sede em Charlestown, Massachussets, a empresa foi fechada em 2006 e Sann teve os bens congelados. O dinheiro foi devolvido aos "investidores" ao longo dos três anos seguintes - e Sann Rodrigues foi inocentado porque provou que "não sabia que seu negócio, na verdade, era uma pirâmide." Contudo, nem todos os investidores foram ressarcidos porque muitos estavam ilegalmente nos Estados Unidos e não procuraram a Justiça por medo de serem descobertos. Em reportagem da revista Forbes publicada em 2007, Sann Rodrigues é citado como um brasileiro que atraía para o esquema de pirâmide outros brasileiros vivendo nos Estados Unidos, sobretudo membros de igrejas evangélicas.

Garoto-propaganda - Sanderley Rodrigues aparece em um vídeo da TelexFree mostrando a sede da empresa nos Estados Unidos. No endereço divulgado - 225 Cedar Hill St Suite 200 Marlborough, MA 01752 -, porém, encontra-se um escritório virtual, que pode ser usado para aluguel de salas temporariamente. No vídeo, ele omite este fato e apresenta o local como se fosse todo da empresa, ressaltando sua estrutura. Contudo, no site da TelexFree.com, a sede mostrada fica no Brasil, em Vitória (ES).

Em outro vídeo, Rodrigues dá uma palestra sobre os benefícios de se investir na TelexFree. O vídeo foi reproduzido por diversos usuários do Youtube e mostra Rodrigues como o primeiro milionário da TelexFree dos Estados Unidos.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Auxílio Brasil: MP não garante retroativo de R$ 400 de novembro, nem valor extra para 2022

Vale-gás do governo deve ser menor do que o esperado, de R$ 48

Comissão do Senado aprova projeto que cria nova política de preços para combustíveis

Empregadores têm até essa terça-feira para quitar parcelas suspensas do FGTS