Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Economia

Editoria sobre Economia ir para editoria →

Dados do IBGE

Volume de serviços na Paraíba tem queda em fevereiro, após nove meses de alta

O volume de serviços na Paraíba registrou queda de 1% em fevereiro, frente a janeiro, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviço (PMS).

Variação negativa no estado contrasta com média nacional, em que foi observada alta de 3,7%. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

Por

Após nove meses de resultados positivos, o volume de serviços na Paraíba registrou queda de 1% em fevereiro, frente a janeiro, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviço (PMS), divulgada pelo IBGE, nesta quinta-feira (15), e obtida pelo ClickPB. A variação contrasta com o avanço verificado na média nacional (3,7%), mas acompanha o movimento de outras seis unidades da federação, que também apresentaram índices negativos.

A receita nominal do setor paraibano, por sua vez, teve alta de 0,3% em relação a janeiro, embora também abaixo da média brasileira (2,8%). Já no acumulado de 12 meses, o levantamento aponta retração de 11,7% nesse indicador, a 10ª mais intensa do país e mais forte que a constatada na média geral (-8,2%).

Nesse mesmo período, o volume de serviços no estado acumulou redução de 12,1%, perda maior que a observada na média do Brasil (-8,1%). Apesar disso, na região, o recuo paraibano foi um dos menos intensos, atrás apenas do Maranhão (-3,7%).

Já em comparação com fevereiro de 2020, o volume de serviços na Paraíba caiu 4,5% e a receita 2,2%. Na média geral do país, a PMS também identificou diminuições em ambos os indicadores, de 2% e 1,6%, respectivamente.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Procon-PB encontra irregularidades em 11 estabelecimentos de João Pessoa; maior problema é falta de informações ao consumidor

Bolsa sobe 1,76% e volta aos 122 mil pontos

Com efeito da pandemia, vendas do comércio caem 0,6% em março, diz IBGE

Auxílio Emergencial 2021: Caixa libera saques e transferências a nascidos em junho