Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Educação

Editoria sobre Educação ir para editoria →

138 mil pessoas

85% dos estudantes do Ensino Médio estão matriculados na rede pública da Paraíba

A PnadC revela ainda que, pessoas de 15 a 29 anos de idade, 10,5% (97 mil pessoas) trabalhavam e frequentavam escola, cursos pré-vestibular, técnico de nível médio, normal (magistério) ou qualificação profissional.

Escolas públicas da Paraíba têm o maior número de estudantes matriculados, revela pesquisa do IBGE. (Foto: Divulgação/Secom-PB)

Por

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad C), no módulo ‘Educação”, apontou que 85% dos estudantes do ensino médio na Paraíba estavam matriculados na rede pública de ensino, em 2019, o que representa cerca de 138 mil pessoas. No cenário nacional, essa proporção foi de 87,4% e, regionalmente, foi de 90,8%. Já no nível superior há uma predominância do ensino privado, ou seja, 51,8% dos estudantes. Os resultados do levantamento foram divulgados nesta quarta-feira (15), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Conforme a pesquisa, até esse nível, a maioria dos estudantes paraibanos integrava o sistema educacional público, desde a creche e pré-escola (66,3%), com aproximadamente 110 mil crianças; passando pelo ensino fundamental (77,6%), com 456 mil alunos; até o médio. A mesma dinâmica é observada nacionalmente e regionalmente.

No nível, superior, porém há uma predominância do ensino privado, com 51,8% dos estudantes fazendo parte desse sistema, o que representa cerca de 76 mil pessoas. Já no caso das especializações, mestrado e doutorado, o percentual é ainda maior, de 66,3%, com 19 mil alunos. 

Além disso, o módulo Educação revela que, entre as pessoas de 15 a 29 anos de idade, 10,5% (97 mil pessoas) trabalhavam e frequentavam escola, cursos pré-vestibular, técnico de nível médio, normal (magistério) ou qualificação profissional. Essa proporção é maior entre pessoas brancas (11,3%), do que pretas e pardas (10,1%), assim como entre homens (11,5%), do que entre mulheres (9,5%). 

Outros 27,9% só trabalhavam e 33,7% apenas estudavam. Há ainda um grupo formado por 256 mil pessoas, representando também 27,9% da faixa etária, que não estavam ocupadas, nem estudavam, no período pesquisado.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Pernambuco autoriza retorno das aulas presenciais em escolas públicas e particulares a partir de outubro

Aulas presenciais são suspensas no Estado do Maranhão após registro de casos de covid-19

Manifestantes protestam pedindo reabertura de escolas particulares em João Pessoa

Protocolo para reabertura de escolas prevê revezamento de aulas online e presenciais e acompanhamento psicológico para alunos e professores na Paraíba