Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Educação

Editoria sobre Educação ir para editoria →

Inscrições

Enem 2021 abre inscrições nesta quarta-feira

O prazo termina em 14 de julho, e as provas serão realizadas em 21 e 28 de novembro.

Inscrições do Enem começam hoje (Foto: Reprodução)

Por

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 abrem nesta quarta-feira, 30 de junho. O prazo termina em 14 de julho, e as provas serão realizadas em 21 e 28 de novembro.

A taxa de inscrição é de R$85 e deve ser paga por aqueles que não estão isentos, por meio de Guia de Recolhimento da União. Os resultados finais das solicitações de isenção foram divulgados pelo Inep, no dia 25 de junho, e estão disponíveis na Página do Participante.

Mesmo quem conseguiu a isenção precisa fazer a inscrição. Na página do Inep, há um passo a passo para a realização da inscrição (veja aqui), que é feita na Página do Participante, no www.enem.inep.gov.br.

Desde 2020, o participante precisa anexar uma foto atual que pode ser usada pelo Inep para procedimento de identificação nos dias de realização do exame.

Em 2021, tanto a versão impressa quanto a digital do Enem serão aplicadas nos mesmos dias e horários. O exame é constituído por quatro provas objetivas e uma redação em língua portuguesa.

Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha, que avaliarão as seguintes áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias.

Neste ano, serão 101.100 vagas para a versão digital em 99 cidades diferentes. Assim como no formato impresso, o aluno precisa ir até o local do exame para realizá-lo. Ou seja, não há aplicação em casa ou realizada por meio de computador pessoal. A única diferença é que em vez de uma prova imprensa, o candidato faz por um computador.

O Enem Digital será exclusivo para quem já concluiu o ensino médio ou que está concluindo a etapa em 2021. Dessa forma, os participantes que desejarem fazer o Enem para fins de autoavaliação — os chamados “treineiros” — deverão se inscrever para a versão impressa.

Como novidade para este ano, a versão digital terá recursos de acessibilidade para a realização do exame. Os participantes que tiverem pedido de atendimento aprovado pelo Inep poderão realizar, por exemplo, prova ampliada e superampliada.

Em casos de solicitações deferidas, ainda será permitido que os inscritos usem materiais próprios que auxiliem na realização da prova no computador, caso seja necessário. Tradutor-intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras), tempo adicional e salas acessíveis também são recursos previstos no edital da modalidade digital.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

UFPB inscreve para seleção com mais de mil vagas para auxílio estudantil

Após protestos, Faculdade de Ciências Médicas diz que retirou descontos nas mensalidades porque medida era temporária e já foi rejeitada pelo STF e TJPB

Colégio Militar inscreve para processo seletivo com 140 vagas até esta sexta-feira

Enem 2021: gabarito oficial das provas é divulgado