empreendedores

IFPB estimula Startups na área de construção civil

Duas empresas incubadas pelo IFPB vem se destacando no mercado da construção civil: A 3D Eco House e a GreenExpan.

IFPB, Professores, Servidores

IFPB estimula Startups na área de construção civil

Estimular a capacidade empreendedora e contribuir para o desenvolvimento do ecossistema inovador regional vem sendo uma prática oferecida pelo Instituto Federal da Paraíba. Nesse sentido, duas empresas incubadas pelo IFPB vem se destacando no mercado da construção civil: A 3D Eco House e a GreenExpan.

Ao oferecer soluções inovadoras com a redução de custos, a startup 3D Eco House, vematravés de impressões 3D (Manufatura Aditiva – MA) proporcionar a criação de produtos de concreto na construção civil, utilizando materiais cimentícios com baixo consumo de cimento e adições de materiais alternativos regionais.

O estudante Vinicius Rodrigues, cofundador da startup e estudante do curso de Engenharia Civil no Campus João Pessoa, lembrou que a motivação para criar a empresa veio a partir do contato com a tecnologia de impressão 3D, proporcionado através de um projeto de pesquisa do IFPB.

Posteriormente, a ideia foi submetida ao edital do Programa Centelha do Ministério das Comunicações, Tecnologia e Inovação (MCTI), executado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (FAPESQ), em 2023, quando veio a se transformar em uma empresa startup.

Do mesmo modo surgiu também a empresa GreenExpan. Atuante no segmento da construção civil, a startup se propõe a produzir agregados leves com argilas encontradas na região e resíduos industriais locais, gerando benefícios e aplicações diversas em concretos leves; argamassas; telhados verdes; paisagismo; isolamento termoacústico; e aplicações geotécnicas.

A estudante Ana Mayara Negreiros, responsável pela Startup GreenExpan, explicou o diferencial da sua empresa e seu potencial inovador: “Quando um construtor quer utilizar argila expandida em sua construção, tem que buscar esse material em fornecedores de outros estados. No nosso caso, conseguimos utilizar materiais encontrados em nossa região, o que traz um diferencial inovador para nossa startup”, lembrou a Ana Mayara que cursa o 9º período de engenharia civil no Campus João Pessoa. A empresa também conta com aportes do programa Centelha.

O professor Marcos Alyssandro Soares do Campus João Pessoa, é o mentor das duasempresas e conta que as ideias saíram de dentro do laboratório de pesquisa ainda durante a pandemia. “Montamos a impressora 3D para desenvolver a pesquisa. Naquela época ainda não tínhamos a ideia da empresa”, lembrou o docente. Ele explicou que com o avanço da pesquisa, verificou-se um potencial para abertura de um negócio. “Com o apoio fundamental da FAPESQ, do programa Centelha, mudamos o foco da pesquisa para virar um produto voltado ao mercado”, afirmou.

As startups do IFPB foram destaque também no evento Nordeste On (NEON)  sendo apresentadas para expositores de toda a região no Centro de Convenções abordando inovação, empreendedorismo e sustentabilidade, no mês de junho.

 IFPB enquanto incubadora de empreendimentos

Transformar uma ideia inovadora em um empreendimento requer uma série de habilidades e afazeres legais. Este desafio pode ser alcançado através de incubadoras. A incubadora oferece o suporte legal e administrativo para que a empresa saia do papel, cresça e prospere. “A partir do contato que tivemos com o Polo de Inovação e com a Diretoria de Inovação, estabelecemos a parceria para abrir a empresa startup”, destacou Marcos. Ele ressalta também a importancia do financiamento de órgãos como a FAPESQ por meio do programa Centelha.

De acordo com o Diretor de Inovação Valdecir Teófilo, as empresas 3D Eco House e GreenExpan foram as primeiras  empresas incubadas no Parque Científico e Tecnológico Sinergia do IFPB. Mas o processo de incubação vem sendo incentivado nos campi também.

“O IFPB vem cumprindo sua missão dentro do ambiente de inovação, ultrapassando a inovação tecnológica e chegando na inovação social e empreendedora. Temos um papel fundamental com responsabilidade social. Para isso, a NEO – Agência de Inovação do IFPB se articula entre ambiente acadêmico e mercado de trabalho”,afirmou Valdecir.

Dentre as ações para apoiar startups, o Diretor destaca que está sendo ampliado e reestruturado o programa INOVAI para que chegue em todos os campi, cobrindo todo o estado da Paraíba.

COMPARTILHE

Bombando em Educação

1

Educação

Paraibanos podem concorrer a curso gratuito de treinamento em Inteligência Artificial; veja como participar

2

Educação

Sebrae e Virtus-CC promovem maratona de 8 horas de startups gratuita em Campina Grande

3

Educação

UFPB abre seleção com 18 vagas para professor, com salários de até R$ 7,3 mil; veja como concorrer

4

Educação

Prorrogada para o dia 19 convocação de lista de espera do Fies

5

Educação

Diretores de escolas estaduais: cai para 20% número de contratado por indicação