Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Educação

Editoria sobre Educação ir para editoria →

Ensino

Secretário esclarece que alunos da rede pública da Paraíba poderão concluir ano letivo com aulas remotas e fazer provas do Enem

Em entrevista ao ClickPB, nesta terça-feira (29), ele declarou que maioria dos estudantes têm acesso a tecnologias para assistir às aulas e que as 800 horas obrigatórias serão cumpridas.

"Não vai ter prejuízo para o final do ano letivo. As 800 horas (obrigatórias para conclusão do ensino fundamental e médio) têm sido contabilizadas com ensino remoto", explicou o secretário sobre a conclusão do atual ano letivo. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

Por

O secretário de Estado da Educação, Cláudio Furtado, esclareceu que alunos da rede pública estadual da Paraíba poderão concluir o ano letivo com aulas remotas e não perderão a chance de fazer as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e outros vestibulares. Em entrevista ao ClickPB, nesta terça-feira (29), ele declarou que maioria dos estudantes têm acesso a tecnologias para assistir às aulas e que as 800 horas obrigatórias serão cumpridas.

"Não vai ter prejuízo para o final do ano letivo. As 800 horas (obrigatórias para conclusão do ensino fundamental e médio) têm sido contabilizadas com ensino remoto", explicou o secretário sobre a conclusão do atual ano letivo.

Cláudio Furtado disse que os alunos acessam as aulas remotas, ao vivo e gravadas, e têm o suporta da TV Paraíba Educa. "87% tem acesso às atividade remotas, segundo mostram dados do IBGE. E aqueles que não conseguem chegar (a acompanhar na internet), entregamos conteúdo em papel e em PDF."

O secretário argumentou também que, mesmo que a finalização do ano letivo fosse adiada, as instituições de ensino superior têm alterado seus calendários para começar o primeiro período letivo de 2021 mais para frente, por causa da pandemia do novo coronavírus. "Os semestres, na maioria delas, está defasado. O semestre foi 'empurrado'."

O inquérito sorológico para avaliação de retorno das aulas presenciais na rede de ensino estadual na Paraíba começará no dia 10 de outubro e pode ser concluído apenas em dezembro. Serão avaliados alunos de 6 a 17 anos, de 80 municípios paraibanos. O inquérito sorológico vai avaliar o número de infectados e o contato desses estudantes com pessoas de grupo de risco.

O estudo quer saber a proporção do risco de transmissão do novo coronavírus entre esse grupo de alunos e seus contatos e como isso pode causar aumento no número de infectados. Se a pesquisa demonstrar que o risco é baixo, o Estado da Paraíba poderá pensar em um retorno de aulas presenciais mais próximo. Do contrário, as aulas presenciais devem ter retomada adiada, certamente para 2021.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Estados e municípios podem perder até R$ 40 bi de recursos da educação, diz relatório

Mais de 77 mil estudantes voltaram às atividades escolares na Paraíba entre julho e setembro, mostra IBGE

IFPB abre inscrição para selecionar profissionais da área de educação à distância

Secretário da Educação da Paraíba confirma convocação de 594 professores em dezembro