Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Educação

Editoria sobre Educação ir para editoria →

Educação

UFPB cria comissão para apurar irregularidades em autodeclarações étnico-raciais

A comissão terá prazo de 60 dias para avaliar cerca de 20 denúncias

A comissão de inquérito, formada por um presidente, um secretário e mais três membros, terá prazo de 60 dias para avaliar cerca de 20 denúncias ocorridas em 2019 e 2020. (Foto: Reprodução)

Por

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio da Pró-reitoria  de Graduação (PRG), criou uma comissão de inquérito para apurar irregularidades em autodeclarações étnico-raciais para ocupação de vagas ofertadas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação. 

A comissão de inquérito, formada por um presidente, um secretário e mais três membros, terá prazo de 60 dias para avaliar cerca de 20 denúncias ocorridas em 2019 e 2020. 

O prazo começará a contar a partir da publicação da portaria de designação da comissão de inquérito em um dos próximos Boletins de Serviço da UFPB. O documento foi assinado pela pró-reitora de graduação da UFPB, professora Ariane Sá, nesta segunda-feira (20). 

Uma outra comissão específica será formada para criar normativas de procedimentos para uma comissão permanente de heteroidentificação, que terá o objetivo de confirmar as autodeclaração de candidatos a curso de graduação autodeclarados preto, pardo ou indígena. 

Essas normativas precisão ser regulamentadas pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), órgão deliberativo superior da UFPB em matéria de natureza acadêmica. 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Após recusa de universidades, MEC desiste de retorno das aulas em janeiro

Retorno às aulas presenciais em escolas paraibanas deve ser definido ainda este ano, diz Geraldo Medeiros

Escola da zona rural da Paraíba vence etapa estadual do Prêmio Gestão Escolar 2020

Reitor da UFPB, Valdiney Gouveia, afirma que definição sobre aulas em 2021 deve sair ainda hoje