Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Concurso

Concursos públicos e oportunidades de emprego. ir para editoria →

Em portaria

Governo autoriza recontratação de demitidos durante a pandemia com salário mais baixo

O texto determina que a recontratação poderá ser feita em termos distintos do contrato rescindido quando houver essa previsão em negociação trabalhista coletiva.

Desse modo, a recontratação de demitidos sem justa causa poderá ser feita a qualquer prazo, sem punições. (Foto: Reprodução)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo Jair Bolsonaro autorizou nesta terça-feira (14) que empresas recontratem imediatamente funcionários demitidos durante a pandemia sem que se configure fraude trabalhista.

Com autorização sindical, a demissão poderá ser seguida de recontratação com salário mais baixo. Sem essa previsão para a categoria, os termos do contrato anterior deverão ser mantidos.

A regra vigente hoje, presente em uma portaria de 1992, estabelece que é fraudulenta a rescisão acompanhada de recontratação em um período de 90 dias após a data do desligamento.

Com a decisão desta terça-feira, a norma não terá efeito durante o período de calamidade pública, que termina em dezembro deste ano. Desse modo, a recontratação de demitidos sem justa causa poderá ser feita a qualquer prazo, sem punições.
A portaria, assinada pelo secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União e já está valendo.

O texto determina que a recontratação poderá ser feita em termos distintos do contrato rescindido quando houver essa previsão em negociação trabalhista coletiva.

Desse modo, a norma abre a possibilidade de que funcionários sejam demitidos e depois recontratados com salários mais baixos. Para isso, será necessária autorização por meio de acordo intermediado com um sindicato da categoria.



Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Publicado edital com novas datas das provas do Concurso da Polícia Civil da Paraíba

Terminam hoje as inscrições para CFO do Corpo de Bombeiros da Paraíba com salário inicial de R$ 6 mil

Provas do concurso da Polícia Civil da Paraíba deverão ser adiadas

Concurso da Polícia Civil da Paraíba segue com inscrições abertas até 11 de novembro