Emprego

Mulheres presas no presídio feminino de Patos participam de cursos profissionalizantes

O cronograma de atividades para as mulheres começou em março com a oficina de confecção de ovos de Páscoa. Agora, em abril, ocorre a capacitação do programa Acorda Mulher, em cinco módulos.

Mulheres presas no presídio feminino de Patos participam de cursos profissionalizantes

Mulheres que cumprem pena no presídio feminino de Patos participam, até dezembro deste ano, de oficinas sobre educação empreendedora. São módulos que ofertam cursos de fotografia, penteados, corte e costura, modelagem, sessões de psicoterapia, palestras, atividades relacionadas à saúde da mulher, além de torneio esportivo. As ações objetivam impulsionar o processo de reinserção social das reeducandas. O projeto é uma parceria da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) com o Sebrae-PB, prefeitura de Patos e a empresa Duo Produções.

O secretário de Estado da Administração Penitenciária, João Alves, destaca a importância das atividades. “Sem dúvida alguma, cuidar dessas mulheres em privação de liberdade, mês a mês, com tantas atividades resultará em mudanças significativas na vida delas. Todas buscam se capacitar como empreendedoras e conquistar espaço na sociedade e no mercado após o cumprimento da pena. Esse processo que será realizado até dezembro é inovador e inspirador”.

“As parcerias são fundamentais para que possamos avançar com as políticas de reinserção social. Fomentar a formação do empreendedorismo com as mulheres privadas de liberdade é uma ação que possibilitará um novo recomeço, bem como poderá possibilitar acesso às políticas sociais como o programa do Governo do Estado, Empreender Mulher Reintegração Social”, observou o gerente de Ressocialização da Seap, João Rosas.

Cursos para mulheres

O cronograma de atividades começou em março com a oficina de confecção de ovos de Páscoa. Agora, em abril, ocorre a capacitação do programa Acorda Mulher, em cinco módulos. O primeiro foi um workshop sobre empreendedorismo. Os segundo, terceiro e quarto módulos vão abordar a trilha do empreendedorismo criativo e atividades extras. O módulo cinco está previsto para maio, com a entrega de certificados.

A gerente da agência regional do Sebrae-PB em Patos, Anna Stefania Rodrigues, explica que o objetivo é contribuir com a ressocialização e mostrar o empreendedorismo como uma alternativa para quem busca independência financeira. “Essa ação visa motivar essas mulheres para que elas possam ter oportunidades e tenham em mente que existe uma expectativa de vida além desse momento, que elas podem, através do empreendedorismo, buscar sua independência”, destacou.

Ainda participam do projeto, a Jornalista e proprietária da Duo produções (consultoria em marketing), Dilany Silva, e Priscila Araújo – consultora credenciada do Sebrae-PB.

No mês de junho, as reeducandas participam de uma palestra sobre finanças pessoais. No mês de julho, haverá visita de profissionais no campo da psicoterapia para sessões em grupo e individuais. Em agosto, as reeducandas participam de um curso de tranças Nagô. Para setembro, será ministrado um ensaio fotográfico intitulado Mãos que Fazem. “Vamos captar imagens das reeducandas na cozinha, na costura de bolas”, adianta a diretora do presídio feminino de Patos, Alessandra Malaquias.

No Outubro Rosa, atividade sobre os cuidados com a saúde da mulher, ocorre a segunda edição do torneio esportivo.

Para o mês de novembro está programada uma oficina de artesanato e empreendedorismo e a exposição fotográfica do ensaio Mãos que Fazem.

COMPARTILHE

Bombando em Emprego

1

Emprego

Campina Grande inicia semana com 70 vagas de emprego; confira oportunidades

2

Emprego

Semana começa com mais de 400 vagas de empregos em 12 municípios da Paraíba; confira

3

Emprego

AeC tem mais de 300 vagas de emprego abertas em João Pessoa e Campina Grande

4

Emprego

Sine Campina Grande inicia semana com 61 vagas de emprego

5

Emprego

Sine-PB oferta mais de 460 vagas de emprego em 11 municípios da Paraíba