Mercado

Trabalho: taxa de informalidade na Paraíba subiu em 2021 e 2022 e fez crescer número de ocupados, mostra IBGE

Ocupações informais são atividades realizadas pelos empregados e trabalhadores domésticos sem carteira assinada, pelos autônomos e empregadores que não contribuem para a previdência social.

Trabalho: taxa de informalidade na Paraíba subiu em 2021 e 2022 e fez crescer número de ocupados, mostra IBGE

Com resultado de 2022, a taxa de informalidade na Paraíba volta ao patamar pré-pandemia da Covid-19. — Foto:Walla Santos/ClickPB/Arquivo

O crescimento dos ocupados na Paraíba, em 2022, foi alavancado pelas atividades informais, cujo contingente passou de 726 mil, em 2021, para 829, em 2022, uma variação absoluta de 103 mil pessoas (14,2%), enquanto as ocupações formais saíram de 606 mil para 618 mil, respectivamente, um crescimento absoluto de 12 mil pessoas (2%). As ocupações informais compreendem as atividades realizadas pelos empregados e trabalhadores domésticos sem carteira assinada, pelos trabalhadores por conta própria (autônomos) e empregadores que não contribuem para a previdência social, assim como pelos trabalhadores familiares auxiliares.

Esses fatores contribuíram para que a taxa de informalidade paraibana se elevasse pelo segundo ano consecutivo, atingindo 57,3% em 2022, um crescimento de 2,8 pontos percentuais (p.p.) em relação a 2021 (54,5%) que, por sua vez, cresceu 1,4 p.p. em relação a 2020 (53,1%). Com esse resultado de 2022, a taxa de informalidade volta ao patamar pré-pandemia da Covid-19, em 2019 (57,7%), momento em que se atingiu a maior taxa da série histórica iniciada em 2012.

É importante ressaltar que a taxa de informalidade caiu no início da pandemia, em 2020 (53,1%), como consequência das medidas de isolamento social visando o combate à pandemia, levando não só a que muitos trabalhadores informais deixassem de trabalhar, mas também que houvesse uma redução mais intensa na procura por trabalho em atividades tipicamente informais, deixando essas pessoas fora da força de trabalho e, consequentemente, do mercado de trabalho.

A taxa de informalidade paraibana em 2022 (57,3%), foi superior às médias brasileira (40,9%) e regional (56,9%), sendo a 6ª maior taxa do país, junto com o Ceará. Em 2021, a Paraíba ficava com a 8ª maior taxa dentre as unidades da federação.

Taxa de subutilização cai pelo segundo ano consecutivo, sendo a 7ª maior do país

Também foi registrada redução na taxa composta de subutilização da força de trabalho no estado, pelo segundo ano consecutivo, tendo passado de 43%, em 2020, a maior taxa da série histórica iniciada em 2012, para 42,2%, em 2021, atingindo 31,2%, em 2022, um patamar próximo ao verificado em 2017 (31,5%) e 2012 (31,6%), mas ainda abaixo dos 28,2% para 2014, a menor taxa do período. Essa taxa é calculada pela proporção de pessoas desocupadas, subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas e na força de trabalho potencial, em relação à força de trabalho ampliada, medindo o grau de subutilização da força de trabalho em uma determinada região.

Vale destacar que os anos de 2020 e 2021 foram aqueles em que não só foram verificadas as mais elevadas taxas de subutilização da força de trabalho na Paraíba, de 43,0% e 42,2%, respectivamente, mas também que foram os anos em que estas superaram os respectivos níveis de ocupação da força de trabalho (40,3% e 41,5%).

O estudo também constatou que a taxa de subutilização da força de trabalho no estado, em 2022 (31,2%), ficou acima da taxa nacional (20,9%), mas baixo da taxa verificada para o Nordeste (33%). Na comparação entre as unidades da federação, foi a 7ª maior do país, ficando abaixo apenas dos estados nordestinos do Piauí (42,7%), Sergipe (36,1%), Alagoas (35,2%), Bahia (34,1%), Maranhão (34%) e Pernambuco (32,2%).

COMPARTILHE

Bombando em Emprego

1

Emprego

Controladoria Geral da Paraíba divulga locais de provas para concurso público com salários de até R$ 13,5 mil

2

Emprego

Prefeitura de Sertãozinho abre inscrições para concurso público com salários de até R$ 8 mil

3

Emprego

Campina Grande tem mais de 90 vagas de emprego esta semana; confira lista

4

Emprego

Sine oferta mais de 100 vagas de emprego em João Pessoa na última semana de fevereiro

5

Emprego

Paraíba tem mais de 440 vagas de emprego esta semana; veja lista