Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Esporte

Editoria sobre Esporte ir para editoria →

Futebol

Atlético-GO consegue recurso na CBF para escalar jogadores que testaram positivo para Covid-19

Comissão acata argumentação do clube, e atletas poderão enfrentar o Flamengo nesta quarta

Vagner Mancini poderá escalar jogadores que haviam testado positivo, segundo a CBF — (Foto: Paulo Marcos/ACG)

Por

O Atlético-GO conseguiu no fim da noite desta terça-feira (11) um recurso para escalar contra o Flamengo os quatro jogadores que testaram positivo para Covid-19. O clube afirma que eles estão em reta final de contaminação, já cumpriram o protocolo de quarentena e "não têm mais o potencial de transmissão da doença".

A comissão médica da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) acatou o argumento e liberou os atletas para jogarem nesta quarta-feira. Procurado, o Flamengo disse apenas que vai seguir as recomendações da CBF.

A informação foi publicada pelo jornal O Popular e confirmada pelo ge. De acordo com Gleyder Sousa, médico do Atlético-GO, o argumento utilizado consta no próprio protocolo desenvolvido pela CBF junto aos clubes antes do início do Campeonato Brasileiro.

— Fui notificado há pouco, cerca de meia hora, da decisão. A comissão médica da CBF acatou meu recurso. O argumento foi baseado no nosso próprio protocolo e baseado nas últimas resoluções da CBF e das instituições de saúde. Entrou na pauta da reunião da comissão, que estava de plantão, e logo foi aceito o recurso.

Gleyder complementou dizendo que o caso tomou grande proporção por conta da divulgação precoce. A informação dos quatro casos positivos veio a público por meio do secretário-geral da CBF, Walter Feldman, durante entrevista à Fox Sports. Segundo o médico rubro-negro, antes mesmo de o clube ter sido notificado.

— Houve uma interpretação errônea divulgada na mídia. Mas já existia uma preocupação minha em relação a esses jogadores, então eu estava preparado. Eu já tinha montado todo meu recurso caso isso ocorresse, antes de ter os resultados em mãos. Apenas enviei à comissão médica.

O médico revela, no entanto, que ainda aguarda na manhã desta quarta-feira dois dos 23 exames realizados pelo Atlético-GO no domingo. O clube já recebeu 21 resultados, fora o do técnico Vagner Mancini.

A partida

Atlético-GO e Flamengo se enfrentam nesta quarta, às 20h30, pela segunda rodada do Brasileirão. Para o Dragão, porém, será a estreia, já que o duelo contra o Corinthians, finalista do Paulistão, foi adiado.

A delegação do Flamengo deixou o Rio de Janeiro nesta terça e já se encontra em Goiânia. O clube não apresentou casos de Covid-19 nos testes feitos com o elenco e deverá ter força máxima.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Flamengo acelera embarque e aguarda quatro jogadores após surto de covid-19

PSG usa vídeo para tentar provar insulto racista a Neymar e espera punição

Atlético de Cajazeiras enfrenta Globo-RN e perde por 2 a 1 em estreia na série D

Botafogo-PB empata com Remo em 0 a 0 e segue perto da zona de rebaixamento