Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Esporte

Editoria sobre Esporte ir para editoria →

Rio 2016

Seleção Brasileira decepciona conta o Iraque e corre risco de eliminação

Com o empate, o Brasil soma apenas dois pontos no Grupo A do torneio olímpico, empatada com o próprio Iraque, e corre sérios riscos de não se classificar às quartas de final

Renato Augusto não se conforma com gol perdido no fim da partida, no Mané Garrincha (Foto: Reuters)

Por

A badalada seleção olímpica brasileira, com seu trio ofensivo composto por Neymar, Gabigol e Gabriel Jesus, continua sem empolgar. Desta vez, a decepção foi contra o semi-amador Iraque, que arrancou empate em 0 a 0 com o Brasil neste domingo, pela segunda rodada do Grupo A dos Jogos do Rio.

Na última quinta-feira, na estreia contra a também fraquíssima África do Sul, outro empate sem gol, em atuação digna de vaias, que chegaram ao som do apito final.

Neste domingo, a torcida que compareceu em massa ao Estádio Mané Garrincha, em Brasília, não se mostrou tão paciente. Com 18 minutos do segundo tempo, já expressava sua irritação com o que via em campo: uma equipe individualista, desorganizada e incapaz de balançar as redes em 180 minutos de futebol nos Jogos Olímpicos.

Com o empate, o Brasil soma apenas dois pontos no Grupo A do torneio olímpico, empatada com o próprio Iraque, e corre sérios riscos de não se classificar às quartas de final. A líder da chave é a Dinamarca, que mais cedo venceu por 1 a 0 a África do Sul (1 ponto).

Na última rodada da fase de grupos, nesta quarta-feira, o Brasil não terá outra alternativa a não ser vencer os dinamarqueses na Arena Fonte Nova, em Salvador, se quiser continuar nos Jogos e brigar pelo inédito ouro.

A seleção corre o risco de eliminação, o que seria mais um na série de vexames recentes do futebol brasileiro, após o 7 a 1 na Copa do Mundo e a eliminação na primeira fase da Copa América do Centenário.

- Pouco futebol, muitas vaias -

O jogo até começou animador, mas a falta de pontaria de Gabriel Jesus, que recebeu na cara do gol logo aos 2 minutos, mas pegou mal na bola e chutou para fora, já servia de presságio para o que viria.

Nos últimos anos, os adversários do Brasil acabam percebendo no decorrer do jogo que a camisa amarela do outro lado do campo não é mais tão assustadora assim. Com o Iraque não foi diferente e a modesta equipe resolveu sair para o jogo, chegando a acertar o travessão do gol de Weverton aos 15 minutos, em cabeçada de Raheem.

No restante do primeiro tempo, muitos erros do Brasil, que novamente mostrou nervosismo excessivo, tentando resolver o jogo na base do individualismo, e pouca emoção.

Antes do intervalo, Renato Augusto pegou rebote de cobrança na barreira de Neymar e acertou o travessão iraquiano. Mas foi só.

No segundo tempo, a paciência do torcedor brasileiro acabou e as primeiras vaias começaram a aparecer. O técnico Rogério Micale até tentou sacudir a equipe, colocando Luan no lugar de Felipe Anderson, mas o buraco no meio de campo da seleção era tão grande que, 6 minutos depois, precisou tirar Gabriel Jesus, muito apagado, para colocar Rafinha.

O nível do futebol, porém, não aumentou, mas as vaias sim. O torcedor descontou toda sua frustração na equipe e voltaram a ecoar os gritos de "Marta é melhor que Neymar!", uma referência à melhor jogadora do mundo, que faz ótimo Jogos Olímpicos com a seleção feminina.

Apesar da péssima atuação, o Brasil conseguiu criar uma última chance clara de gol no minuto final, com Gabigol, que recebeu na direita e cruzou para Renato Augusto, livre na marca do pênalti, isolar.


Acompanhe mais notícias do ClickPB nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a redação do ClickPB: 
Telefone: (83) 99624-4847
WhatsApp: (83) 99624-4847
E-mail: redacao@clickpb.com.br

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Flamengo rompe com Rede Globo e jogos do time não serão transmitidos na TV em 2020

Nenhum estádio tem condições de receber os jogos do Campeonato Paraibano, segundo MPPB

João Pessoa recebe Circuito Brasileiro de vôlei de praia

Paraibano Cara de Sapato se lesiona e desfalca luta contra russo no UFC Brasília