Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

América Latina

Autoridades da Argentina monitoram ao menos 6 nuvens de gafanhotos

Nuvem mais próxima ao Brasil foi praticamente eliminada e oferece poucos riscos às lavouras.

Outras 5 nuvens se encontram no norte argentino e não devem chegar em território brasileiro nesta semana. (Foto: Reprodução)

Por

Técnicos do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina monitoram pelo menos 6 nuvens de gafanhotos espalhadas pelo país.

Segundo Hector Medina, responsável do Senasa pelo monitoramento dos insetos, das 6 nuvens, 1 já está controlada – que é a que está mais próxima do Brasil.

A última nuvem a chegar em território argentino, assim como as outras, entrou pelo Paraguai neste fim de semana. A concentração está localizada no norte argentino, e os insetos continuam longe do Brasil, a uma distância de cerca de 900 km.

Situação das nuvens

Das 6 nuvens, apenas uma – a primeira – está mais próxima do Brasil, a cerca de 90 km do Rio Grande do Sul, porém os argentinos já eliminaram mais de 80% dos insetos após a aplicação de agrotóxicos. Hoje, o potencial de estrago dela é baixo e o provável destino da nuvem é o Uruguai.

Agora, a que mais preocupa é uma de 20 km², que tem aproximadamente 800 milhões de gafanhotos, também localizada ao norte da Argentina.

Pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas fizeram projeções que indicam que essas outras 5 nuvens estão no norte da Argentina e não devem chegar ao Brasil nesta semana.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Armênia acusa Turquia de derrubar avião militar a partir do Azerbaijão

Família de homem negro morto pela polícia nos EUA fecha acordo e vai receber R$ 113 milhões

Biden e Trump fazem nesta terça o 1º debate das eleições presidenciais nos EUA

Direita alemã demite membro que sugeriu mandar imigrantes para câmara de gás