Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

Mundo

Coreia do Norte exibe míssil balístico gigante em desfile militar

Analistas dizem que se trata de um míssil intercontinental gigante, o 'maior míssil móvel de combustão líquida' já visto.

Coreia do Norte exibe míssil em desfile militar, analistas dizem se tratar do 'maior míssil de combustão líquida' já visto. Caminhões com 11 eixos transportaram os dois artefatos militares. — (Foto: KCNA VIA KNS/AFP)

Por

A Coreia do Norte exibiu, neste sábado (10), o que analistas dizem ser mísseis balísticos intercontinentais (ICBM, na sigla em ingês) gigantes. Os artefatos surgiram durante um desfile militar em Pyongyang, informou a agência France-Presse.

O desfile durou cerca de duas horas e os mísseis foram exibidos no clímax da apresentação, segundo a imprensa internacional.

Cada um dos mísseis foi rebocado em um veículo de 11 eixos.

A Akit Panda, da Federação de Cientistas Americanos, uma ONG que analisa os riscos nucleares, tuitou que era "o maior míssil móvel de combustão líquida já visto até hoje".

Analistas disseram que o novo míssil não foi testado. A arma permitiria à Coreia do Norte colocar várias ogivas nela, aumentando a ameaça que representaria para qualquer inimigo visado, segundo a imprensa internacional.

10 de outubro — desfile militar na Coreia do Norte durou cerca de duas horas. — Foto: KCNA VIA KNS / AFP


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Mergulhador bate em tubarão-martelo para se salvar na Austrália

Ellen Page anuncia que é homem trans e passará a assinar como Elliot Page

Torre Eiffel, fechada devido à pandemia, reabrirá em 16 de dezembro

Governadores de Califórnia e NY avaliam retomar medidas duras para conter alta da Covid-19