Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

Internet

De calcinha, influencer troca tiros com assaltantes para defender filho

"Falei para não atirarem porque meu filho estava lá, mas não se importaram. Eu tinha que fazer algo. Foi instintivo", afirmou.

"Eles não se importaram nem um pouco. Tudo que eu sabia era que tinha que fazer algo, meu primeiro pensamento foi pegar uma arma e proteger meu marido e meu filho.", contou a modelo. (Foto: Reprodução/Twitter)

Por

A modelo Ansley Pacheco, 26 anos, não pensou duas vezes para defender seu marido e seu filho após ter a casa invadida, em Miami, nos Estados Unidos. O caso ocorreu em 6 de outubro.

A modelo possui 140 mil seguidores no Instagram e compartilha fotos de biquínis em lugares luxuosos ao redor do mundo. Ela também publica conteúdo sensual no site OnlyFans para assinantes pagantes. 

Dois homens com metralhadoras arrombaram a porta da frente e renderam o marido da modelo e os amigos dele, que acompanhavam a final da NBA. Ao ouvir o barulho, vestida apenas de camiseta e calcinha, Anseley correu até a cabeceira da cama e pegou uma pistola. Ela abriu a porta e avistou um dos invasores, que disse para ela abaixar a arma. Sem soltar a pistola Ansley gritou, implorando que os assaltantes não atirassem pois o filho de 7 anos estava com ela dentro do quarto.

Segundo as câmeras de vigilância doméstica, Ansley, que estava de calcinha e camiseta branca saindo do banheiro, pegou uma pistola na gaveta do quarto e disparou contra os bandidos. "Eles não se importaram que tinha uma criança, eles poderiam ter nos matado", disse em entrevista ao site Local10.

"Falei para não atirarem porque meu filho estava lá, mas não se importaram. Eu tinha que fazer algo. Foi instintivo", afirmou.

Depois de roubar joias e relógios caros, os criminosos fugiram do local e foram perseguidos pelo marido, que pegou a arma da mulher. Ele até conseguiu dar alguns disparos contra o carro dos assaltantes, mas acabou perdendo-os de vista. O casal não reconheceu nenhum dos assaltantes mascarados e a polícia mantém investigações para descobrir a identidade dos assaltantes. 

Ninguém se feriu durante o tiroteio. Ansley relatou o desespero para o canal virtual e digital Local 10: "Você sabe, eles poderiam tê-lo [o filho] matado. Eles [os assaltantes] poderiam ter me matado. Eles não se importaram nem um pouco. Tudo que eu sabia era que tinha que fazer algo, meu primeiro pensamento foi pegar uma arma e proteger meu marido e meu filho."

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Rose Miriam diz que filhas de Gugu vão se iniciar em culto religioso nos EUA

Médico de Maradona é acusado formalmente por homicídio culposo

Reino Unido deve começar a vacinar contra covid-19 nos próximos dias

Monolito misterioso encontrado no deserto dos EUA desaparece