Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

Jogos Olímpicos

Japão deve ter perda bilionária com ausência de público nos Jogos Olímpicos

Sem público, economia do Japão deve ter perda de US$ 1,3 bilhão, segundo um estudo realizado pelo Nomura Research Institute (NRI).

Anéis olímpicos flutuam na Baía de Tóquio, no Japão, nesta sexta-feira (16). (Foto: Charlie Riedel/AP Photo)

Por

Sem a presença público nas competições dos Jogos Olímpicos de Tóquio, a economia japonesa deve acumular uma perda bilionária.

Um estudo realizado pelo Nomura Research Institute (NRI) mostra que a ausência de público nas competições deve trazer uma perda de US$ 1,3 bilhão, fazendo com que o impacto econômico dos jogos fique em US$ 15,1 bilhões.

Com a restrição, a conta dos jogos não deve fechar. Só o custo para sediar o evento é de US$ 15,4 bilhões.

Movimento fraco em rua de Tóquio às vésperas dos Jogos Olímpicos, em foto de 27 de junho — Foto: Fabrizio Bensch/Reuters

Como base de comparação, sem qualquer tipo de restrição para o público japonês, as Olímpiadas trariam um retorno de US$ 16,4 bilhões, segundo o levantamento do NRI.

Embora os impactos sejam bilionários, os pesquisadores do NRI defenderam que a limitação do público deve se valer do risco de infecção por coronavírus e não por aspectos econômicos. Segundo eles, o impacto no Produto Interno Bruto (PIB) do país deve ser bem limitado.

"A eliminação total dos espectadores ainda reduziria o benefício potencial (dos jogos) em apenas 0,02% do PIB", escreveram os pesquisadores em maio.

No início de julho, o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, informou que Tóquio entrou em estado de emergência por causa do aumento de casos de Covid-19, o que fez com que a capital japonesa vetasse público.

Algumas cidades que também recebem partidas dos jogos até devem permitir a entrada de uma parcela do público, mas será insuficiente para compensar a decisão de Tóquio.

Covid preocupa economia

O aumento de casos de coronavírus tem preocupado as autoridades econômicas do Japão.

Segundo a agência Reuters, num relatório de julho, o governo afirmou que é preciso dar atenção para o surgimento de casos de coronavírus e possíveis impactos na economia.

Vila Olímpica, tradicionalmente um espaço de confraternização e festa, será muito diferente em Tóquio — Foto: Reuters

"A economia mostra fraqueza crescente em algumas partes, embora continue melhorando em meio a condições severas devido ao coronavírus", disse o governo em sua avaliação das condições econômicas de julho.

No primeiro trimestre deste ano, a queda do Produto Interno Bruto (PIB) foi revisada de 1,3% para 1%.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Lava de vulcão nas Canárias pode gerar gases tóxicos se chegar ao mar

Surge nova "boca" eruptiva no vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias

Argentina anuncia abertura de fronteiras para brasileiros

Vulcão nas Canárias: as impressionantes imagens da erupção no Parque Cumbre Vieja