Eleições

Em carta a deputados, Joe Biden recusa pedidos para desistir de concorrer à presidência: ‘é hora de acabar com isso’

Preisdente dos EUA,Joe Biden, escreveu documento com duas páginas pedindo que democratas deixem de exigir sua desistência na corrida à Casa Branca. Em entrevista à rede NBC, desafiou partidários divergentes a enfrentá-lo durante a convcenção do Partido Democrata, em agosto.

Joe Biden durante evento do Dia da Independência na Casa Branca, em 4 de julho de 2024 — Foto: REUTERS/Elizabeth Frantz

Joe Biden durante evento do Dia da Independência na Casa Branca, em 4 de julho de 2024 — Foto: REUTERS/Elizabeth Frantz

Em uma carta enviada nesta segunda-feira (8) a deputados, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, recusou novamente o pedido de democratas para que desista de concorrer à reeleição.

No documento, de duas páginas, Joe Biden também pediu que os deputados deixem de pressionar por sua desistência.

“É hora de acabar com isso”, disse Biden no documento, de acordo com a agência de notícias Associated Press (AP).

“Temos 42 dias para a Convenção Democrata e 119 dias para as eleições gerais”, disse Biden na carta, distribuída por sua campanha de reeleição. “Qualquer enfraquecimento da determinação ou falta de clareza sobre a tarefa que temos pela frente só ajuda Trump e nos prejudica. É hora de nos unirmos, avançarmos como um partido unificado e derrotar Donald Trump.”

Documento de Joe Biden

No documento, ainda de acordo com a AP, o presidente norte-americano disse ainda que os membros do Partido Democrata têm o dever de derrotar o candidato do Partido Republicano, o ex-presidente Donald Trump.

Presidente disse que Partido Democrata têm o dever de derrotar Donald Trump
Presidente disse que Partido Democrata têm o dever de derrotar Donald Trump

A pressão para que Biden, candidato do Partido Democrata, desistisse de concorrer começaram na semana passada, após o mau desempenho do presidente no primeiro debate eleitoral. O presidente, que se mostrou confuso, hesitante e pouco reativo durante praticamente todo o enfrentamento, admitiu não ter ido bem, mas vem insistindo que tem capacidade para seguir na disputa.

G1

 

COMPARTILHE

Bombando em Mundo

1

Mundo

Além de vice, Trump vê em J.D. Vance, de 39 anos, seu herdeiro político

2

Mundo

Cabo Gilberto classifica tiroteio em comício de Trump como “terrorismo” e diz que há ligações com a esquerda

3

Mundo

Meta retira restrições severas às contas de Trump no Facebook e no Instagram por causa da campanha eleitoral

4

Mundo

Quem era Thomas Matthew Crooks, atirador que tentou assassinar Trump

5

Mundo

Joe Biden fala com Trump após tiroteio, diz Casa Branca