Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

Mundo

McAfee, milionário criador de antivírus, é preso usando calcinha como máscara anticoronavírus

Em postagem no Twitter, McAfee, de 76 anos, disse ter se recusado a tirar a calcinha do rosto "pelo bem da própria saúde".

"Máscaras protegem contra bactérias. Não vírus, gente! Ele foi preso pelo que acredita. Obrigada, meu amor", disse Janice. (Foto: Reprodução)

Por

O milionário John McAffe, criador de famoso antivírus que leva o seu sobrenome, disse ter sido preso em aeroporto na Noruega nesta semana por, segundo ele, estar usando uma calcinha como máscara anticoronavírus.

Em postagem no Twitter, McAfee, de 76 anos, disse ter se recusado a tirar a calcinha do rosto "pelo bem da própria saúde".

"Minha máscara contra o coronavírus é o problema", postou a conta do magnata. "Estou insistindo que é o modelo mais seguro disponível e me recuso a usar qualquer outra coisa", acrescentou a postagem, atribuída à mulher de McAfee, Janice.

A esposa chegou a dizer que postaria na conta até que "o marido escapasse da prisão". A "fuga" não tardou. Após 14 horas, McAfee foi liberado. O casal viajou para Belarus, disse o "Sun".

McAfee ficou 14 horas detido Foto: Reprodução/Twitter(@officialmcafee)

"Máscaras protegem contra bactérias. Não vírus, gente! Ele foi preso pelo que acredita. Obrigada, meu amor", disse Janice.

O excêntrico milionário fugiu dos EUA, juntamente com Janice, em janeiro do ano passado, quando autoridades começaram a procurá-lo depois que ele confessou não ter pago impostos por mais de oito anos por considerá-los "injustos". Desde então, McAfee se diz "perseguido" e "vítima de um exílio forçado" que o levou a uma jornada de iate por três ilhas no Caribe.

McAfee aportou finalmente em Cuba.

"Como sou um perseguido político, a sede da minha campanha agora está localizada em Havana, Cuba. Eu ainda estou lutando", escreveu ele no Twitter.

Após causar incômodo ao regime da ilha comunista, McAfee seguiu para a República Dominicana, onde chegou a ser detido por ter várias armas no barco. Depois, foi visto em Londres. Atualmente, estava de passagem pela Noruega.

McAffee é fundador da McAfee Associates, que ele adminstrou de 1987 a 1994, quando renunciou.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Após 13 anos, pais de Madeleine são inocentados no caso de desaparecimento da filha

Morre Donald Kendall, presidente da Pepsi que criou a 'guerra das colas', aos 99 anos

De forma unilateral, EUA restabelecem sanções da ONU contra o Irã

Após novos casos de Covid-19, Espanha confina cerca de 1 milhão em bairros pobres de Madri a partir de segunda