Terrorismo

Número de mortos em ataque em Moscou sobe para pelo menos 133

Número de mortos no ataque terrorista aumentou após as forças de segurança conseguirem entrar no local do atentado.

Atentado, Número, Moscou, Rússia

Atentado aconteceu nesta sexta-feira (Foto: reprodução/X)

O número de mortos no ataque de sexta-feira (22) em Moscou aumentou para pelo menos 133, disse o Comitê de Investigação Russo.

“Durante a remoção dos escombros da sala de concertos Crocus City Hall, o número de mortos no ataque terrorista aumentou para 133 pessoas. O trabalho de busca continua”, disse o Comitê em uma breve postagem no Telegram.

O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo ataque em um breve comunicado publicado no perfil de notícias do grupo, a Amaq, no Telegram na sexta-feira. O grupo não forneceu evidências para apoiar a afirmação.

O presidente russo, Vladimir Putin, prometeu que os responsáveis pelo ataque serão punidos.

Imagens de vídeo do local do ataque, a sala de concertos Crocus City Hall, mostram o vasto complexo, que abriga a área musical e um shopping center, em chamas e com fumaça subindo no ar.

A agência RIA Novosti informou que os indivíduos armados “abriram fogo com armas automáticas” e “lançaram uma granada ou uma bomba incendiária, que iniciou um incêndio”. Eles então “supostamente fugiram em um carro Renault branco”, disse a agência de notícias.

Imagens geolocalizadas pela CNN mostram um indivíduo armado iniciando pelo menos um incêndio dentro do local. O indivíduo é visto carregando algo na mão e, ao sair da tela, um forte flash de luz de uma grande chama é visto no vídeo.

Fonte: CNN Brasil

COMPARTILHE

Bombando em Mundo

1

Mundo

BYD lança picape elétrica próximo mês e carro deve chegar ao Brasil ainda este ano

2

Mundo

Israel aumentou em 5% a compra de armas desde 2019; Irã fez maior compra de caças em 20 anos

3

Mundo

Descoberta em pirâmide revela colapso dramático da dinastia maia

4

Mundo

VÍDEO: Indonésia emite alerta de tsunami após erupção de vulcão

5

Mundo

Alagamentos em Dubai: ‘Semeadura de nuvens’ pode ser causa da pior chuva na história da cidade, diz agência