Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

Europa

Reino Unido registra 9 casos de Covid-19 ligados a variante brasileira, diz ministro da Saúde britânico

Autoridades de saúde do país também encontraram ao menos 77 casos confirmados de infecções provocadas por uma mutação identificada na África do Sul, mais transmissível.

Pessoas em vagão de metrô durante a hora do rush em Londres, em meio à pandemia do novo coronavírus (COVID-19) no Reino Unido. (Foto: Hannah McKay/Reuters/Arquivo)

Por

O Reino Unido registrou nove casos de Covid-19 ligados a variante brasileira do coronavírus Sars-Cov-2, disse o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, neste domingo (24).

As autoridades de saúde do país também encontraram ao menos 77 casos confirmados de infecções provocadas pela mutação identificada na África do Sul, que é mais transmissível. Todas elas ligadas a viajantes.

"Eles estão sob observação cuidadosa, e aprimoramos o rastreamento de contatos para fazer tudo o que pudermos para impedir que isso se espalhe", disse Hancock em entrevista à televisão pública BBC.

Além dessas duas, o país tenta conter o avanço de uma terceira variante, desta vez britânica. Na sexta (22), o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse que a mutação, mais contagiosa, pode estar relacionada a uma maior mortalidade no país.

Variante brasileira

No início do mês, uma nova variante com origem no Brasil foi identificada pela primeira vez em quatro viajantes japoneses que estiveram no estado do Amazonas.

Na semana passada, o primeiro-ministro britânico disse que o governo do Reino Unido buscava formas de impedir com que a variante brasileira do coronavírus entrasse no país.

No dia seguinte, os britânicos anunciaram a proibição de entrada a viajantes oriundos do Brasil, Portugal e de outros 14 países por conta do risco de transmissão dessa cepa do vírus.

Mutações

Segundo o escritório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) na Amazônia, onde foram identificadas as primeiras amostras da mutação brasileira, elas podem ter evoluído de uma linhagem viral que circulava na região desde abril do ano passado.

As sequências genéticas vistas nestas amostras têm um número incomum de alterações, além daquelas na proteína S, que se assemelham ao padrão observado em linhagens do Reino Unido e da África do Sul.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Artista coloca à venda picles do McDonald's pendurado no teto por R$ 30 mil, na Nova Zelândia, e gera polêmica sobre o que é arte

Herdeira decide rejeitar fortuna de R$ 22 bilhões: 'Não fiz nada para receber'

FBI fez operação em casa de Donald Trump: 'Eles até arrombaram meu cofre', diz o ex-presidente do EUA

Floresta pega fogo em Berlim após explosão de depósito de munições