Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

Guerra

Resolução da ONU busca frear ida de extremistas para Síria e Iraque

O Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) aprovou uma nova resolução para evitar que extremistas de países do Oriente Médio se juntem ao grupo que se autodenomina "Estado Islâmico" no Iraque e na Síria.

A resolução proposta pelo presidente dos Estados Unidos foi acatada (Foto: BBC brasil)

Por

O Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) aprovou uma nova resolução para evitar que extremistas de países do Oriente Médio se juntem ao grupo que se autodenomina "Estado Islâmico" no Iraque e na Síria.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, presidiu a sessão e disse que "os países devem evitar o recrutamento e o financiamento de combatentes estrangeiros". Segundo ele, os EUA "irão trabalhar em uma coalizão para destruir essa rede da morte", em alusão ao grupo radical.

"Nesse esforço, nós não agiremos sozinhos. Nem temos a intenção de mandar tropas americanas para ocupar terras estrangeiras. Em vez disso, nós vamos apoiar a luta dos iraquianos e dos sírios para proteger suas comunidades", disse o presidente.

"Vamos treinar e equipar as forças que estão lutando contra esses terroristas em solo. E vamos trabalhar para acabar com o financiamento deles e para parar o fluxo de combatentes que se juntam ao grupo na reunião. Hoje, eu peço ao mundo que se junte a nós nessa missão", completou Obama, que ainda fez um apelo aos muçulmanos para rejeitarem a ideologia do "Estado Islâmico" e da al-Qaeda.

A resolução proposta pelo presidente dos Estados Unidos foi acatada por unanimidade no Conselho de Segurança da ONU.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Julho terá chuva de meteoros e Lua dos Cervos

Em Hong Kong, Xi diz que cidade deve ser governada apenas por 'patriotas'

Dez morrem em prédio de apartamentos em Odessa atingido por disparo de míssil russo

Suprema Corte dos EUA limita capacidade do governo de combater mudança climática