Diz TV

Israel: reunião do gabinete de guerra termina sem decisão sobre resposta ao ataque do Irã

O gabinete está determinado a responder – mas ainda não decidiu o momento e o âmbito. O funcionário disse que os militares israelenses foram encarregados de apresentar opções adicionais de resposta.

Horizonte em Tel Aviv. Foto: reprodução/CNN

Horizonte em Tel Aviv. Foto: reprodução/CNN

Uma reunião do gabinete de guerra israelense que durou horas terminou na noite de ontem  (14) sem uma decisão sobre como Israel responderá ao ataque do Irã, segundo uma autoridade israelense.

O gabinete está determinado a responder – mas ainda não decidiu o momento e o âmbito. O funcionário disse que os militares israelenses foram encarregados de apresentar opções adicionais de resposta.

A informação é da rede de TV CNN.

Separadamente, um alto funcionário do governo Biden informou aos repórteres que um funcionário israelense disse aos Estados Unidos que não pretende intensificar significativamente o confronto com o Irã.

“Penso que Israel nos deixou claro que não pretende uma escalada significativa com o Irã. Não é isso que eles procuram. Eles procuram proteger-se e defender-se”, disse o alto funcionário da administração.

O ministro do gabinete de guerra de Israel, Benny Gantz, disse no domingo que Israel “exigirá um preço do Irã da maneira e no momento que nos convier”.

O gabinete de guerra de Israel iniciou a reunião pouco após os ataques comandados pelo Irã, que atingiram o país durante este fim de semana. Segundo uma fonte da CNN, a reunião começou por volta das 16h pelo horário local (10h no horário de Brasília).

O grupo é composto pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, pelo ministro da Defesa Yoav Gallant e por Benny Gantz, líder do partido União Nacional e ex-ministro da Defesa. O Ministro de Assuntos Estratégicos, Ron Dermer, e os políticos Gadi Eisenkot e Aryeh Deri fazem parte do gabinete de guerra como observadores.

O Departamento de Segurança Interna dos EUA não identificou quaisquer “ameaças específicas ou credíveis” aos EUA desde o ataque do Irã a Israel e está a trabalhar com parceiros para avaliar o ambiente de ameaça, disse um funcionário dos EUA à CNN.

Uma nova reunião do gabinete de guerra de Israel está marcada para esta segunda-feira (15).

Fonte: CNN Brasil.

COMPARTILHE

Bombando em Mundo

1

Mundo

Mike Tyson diz que não está velho e explica por que resolveu voltar a lutar aos 54 anos

2

Mundo

Estagiário tenta matar chefe a tiros dentro de armazém da Amazon e erra disparos; veja vídeo

3

Mundo

Deputado governista foge com projeto de lei para impedir aprovação em Taiwan

4

Mundo

Astrônomos encontram três das estrelas mais antigas do universo

5

Mundo

Cobra venenosa se esconde em carro e motorista passa a dirigir protegida