Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

Mundo

Vulcão mais ativo da Guatemala entra em erupção

Nova fase eruptiva é a mais forte registrada desde 3 de junho de 2018.

O Insivumeh revelou ainda que a erupção provocou a descida de material vulcânico incandescente, fragmentos fluidos e gaseificados (fluxo piroclástico). (Foto: Reprodução)

Por

O Vulcão de Fogo, o mais eruptivo da América Central, localizado a 45 quilômetros da capital guatemalteca, entrou hoje (23) em atividade sísmica, com explosões, expulsão de cinzas e avalanches de material incandescente. Nos últimos dias, o vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, entrou em erupção e vem causando estragos na Espanha. 

Segundo o Instituto Nacional de Sismologia, Vulcanologia, Meteorologia e Hidrologia (Insivumeh) da Guatemala, a lava do vulcão, situado 3.763 metros acima do nível do mar nos departamentos de Escuintla, Sacapéquez e Chimaltenango, já percorreu cerca de seis quilômetros, tendo atingido já a base do cone vulcânico.

A atividade estromboliana é observada na cratera do vulcão, de onde avançam dois fluxos de lava de 350 e 250 metros de comprimento nas ravinas de Ceniza e Trinidad, respectivamente, anunciou o Instituto.

O Insivumeh revelou ainda que a erupção provocou a descida de material vulcânico incandescente, fragmentos fluidos e gaseificados (fluxo piroclástico). Diante disso, as recomendações do governo da Guatemala é para que a população se mantenha longe das ravinas do vulcão e permaneça em vigilância.

Localizado entre as províncias de Escuintla, Sacatepéquez e Chimaltenango, o vulcão do Fogo é um dos três gigantes ativos do território junto com Pacaya (sul) e Santiaguito (oeste). 

Durante uma live sobre atualizações do vulcão de fogo, o porta-voz do Instituto de Vulcanologia, Emilio Barillas, explicou que a nova fase eruptiva é a mais forte registrada desde 3 de junho de 2018. Nesta data, uma potente erupção causou uma avalanche que deixou 215 mortos e um número similar de desaparecidos.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Tiroteio perto de universidade nos EUA deixa um morto e sete feridos

Bilionário condenado à prisão perpétua por matar a melhor amiga é acusado pela morte da esposa

Motorista confunde pedais e acaba levando Lamborghini de R$ 1,2 milhão para lago

Avião despeja 'chuva de excrementos' em jardim de inglês que vive perto de aeroporto