Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Paraíba

Abrace inicia campanha de arrecadação para continuar a produzir medicamentos à base de maconha na Paraíba

Intitulada "Abrace Não Pode Parar", a campanha pede doações de qualquer valor.

A Anvisa determinou a adequação do atual laboratório, seguindo as normas da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 327, com a previsão de atender aproximadamente 30 mil associados. (Foto: Reprodução)

Por

A Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace) iniciou nesta quarta-feira (17) uma campanha com o objetivo de arrecadar doações para cumprir todas as determinações impostas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para continuar produzindo medicamentos derivados de cannabis. 

Intitulada "Abrace Não Pode Parar", a campanha pede doações de qualquer valor e pode ser acessada neste link.

A Anvisa determinou a adequação do atual laboratório, seguindo as normas da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 327, com a previsão de atender aproximadamente 30 mil associados. Estes ajustes estão orçados no valor de R$ 300 mil.

Além disso, a ideia a médio prazo é viabilizar um projeto maior que possa atender 100 mil pessoas. Este projeto está dividido em metas e começa com a Meta 1, que se destina à adaptação do laboratório atual à RDC 327, orçado em R$ 300 mil, para atender até 30 mil associados.

Já na Meta 2, o objetivo é construir um novo laboratório de quatro mil metros quadrados, com previsão de orçamento de R$ 3,5 milhões para atender até 100 mil associados. É necessário ainda abastecer o laboratório com todos os equipamentos industriais para atender os 100 mil associados, orçados no valor de R$ 5 milhões.

As determinações da Anvisa foram originadas pelo processo movido no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) para retirar o direito da Associação de cultivar Cannabis para fins medicinais. O desembargador federal, Cid Marconi, manteve o funcionamento da Abrace, contanto que as exigências sejam cumpridas.

Foi colocado o prazo de 30 dias para que seja providenciado o protocolo do projeto da estrutura que atualmente está em funcionamento. 

São mais de 15 mil famílias em todo o Brasil que precisam do tratamento para viver ou ter uma melhor qualidade de vida. São crianças e idosos com epilepsia refratária de difícil controle, TEA (autismo), Alzheimer, Parkinson, glaucoma, câncer, doenças crônicas, entre outras doenças e problemas de saúde.

A RDC 327 pode ser acessada aqui.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Prefeito e ministro da Saúde assinam protocolo de intenções para realização de procedimentos de alta complexidade

Vasilhames de água de 20 litros terão novos selos fiscais para evitar falsificação na Paraíba

Em reunião com Fórum Nacional de Governadores e Secretária-Geral Adjunta da ONU, João Azevêdo solicita ajuda internacional para o combate à pandemia

Motoristas de ônibus em João Pessoa entram em greve na próxima terça-feira e apenas 30% da frota circulará, diz sindicalista