Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Paraíba

Abrace inicia campanha de arrecadação para continuar a produzir medicamentos à base de maconha na Paraíba

Intitulada "Abrace Não Pode Parar", a campanha pede doações de qualquer valor.

A Anvisa determinou a adequação do atual laboratório, seguindo as normas da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 327, com a previsão de atender aproximadamente 30 mil associados. (Foto: Reprodução)

Por

A Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace) iniciou nesta quarta-feira (17) uma campanha com o objetivo de arrecadar doações para cumprir todas as determinações impostas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para continuar produzindo medicamentos derivados de cannabis. 

Intitulada "Abrace Não Pode Parar", a campanha pede doações de qualquer valor e pode ser acessada neste link.

A Anvisa determinou a adequação do atual laboratório, seguindo as normas da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 327, com a previsão de atender aproximadamente 30 mil associados. Estes ajustes estão orçados no valor de R$ 300 mil.

Além disso, a ideia a médio prazo é viabilizar um projeto maior que possa atender 100 mil pessoas. Este projeto está dividido em metas e começa com a Meta 1, que se destina à adaptação do laboratório atual à RDC 327, orçado em R$ 300 mil, para atender até 30 mil associados.

Já na Meta 2, o objetivo é construir um novo laboratório de quatro mil metros quadrados, com previsão de orçamento de R$ 3,5 milhões para atender até 100 mil associados. É necessário ainda abastecer o laboratório com todos os equipamentos industriais para atender os 100 mil associados, orçados no valor de R$ 5 milhões.

As determinações da Anvisa foram originadas pelo processo movido no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) para retirar o direito da Associação de cultivar Cannabis para fins medicinais. O desembargador federal, Cid Marconi, manteve o funcionamento da Abrace, contanto que as exigências sejam cumpridas.

Foi colocado o prazo de 30 dias para que seja providenciado o protocolo do projeto da estrutura que atualmente está em funcionamento. 

São mais de 15 mil famílias em todo o Brasil que precisam do tratamento para viver ou ter uma melhor qualidade de vida. São crianças e idosos com epilepsia refratária de difícil controle, TEA (autismo), Alzheimer, Parkinson, glaucoma, câncer, doenças crônicas, entre outras doenças e problemas de saúde.

A RDC 327 pode ser acessada aqui.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Prefeitura de João Pessoa promove Semana de Arte e Cultura no Caps Caminhar

Prefeito de Campina Grande prestigia abertura do Campus Day 2021

'Vem Bicar Comigo': projeto retoma neste sábado no Parque Arruda Câmara em João Pessoa

Secretaria do Meio Ambiente orienta empreendedores para que estabelecimentos cumpram legislação ambiental em João Pessoa