Polêmica

Após repercussão negativa, academia suspende temporariamente cobrança de acesso de personal trainers

O Pleno do Tribunal de Justiça julgou inconstitucionais leis que permitem acesso dos personal trainer a academias para o acompanhamento de clientes.

Após repercussão negativa, academia suspende temporariamente cobrança de acesso de personal trainers

Neste sexta-feira (15), o portal ClickPB publicou uma matéria informando que academias já estavam começando a cobrar taxa de personal treiners para acompanhamento de alunos, em João Pessoa. Mas após repercussão negativa, academia suspendeu temporariamente a cobrança.

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) julgou inconstitucionais duas leis que permitem o acesso dos profissionais de educação física – personal trainer – a academia, para o acompanhamento de seus clientes. A decisão foi tomada na sessão da última quarta-feira (12).

 

Em nota, divulgada por uma das academias, o estabelecimento anunciou que vai aguardar a orientação do  Sindicato das Academias e Demais Empresas de Práticas Esportivas do Estado da Paraíba (Sadepe-PB).

A Lei Estadual 10.774/2016, que permitia o acesso foi suspensa pelo Tribunal de Justiça (TJPB). O Pleno do Tribunal acatou uma ação do Sindicato das Academias da Paraíba, e assim, a legislação foi declarada inconstitucional.

Em 2022, uma lei municipal de João Pessoa sobre o acesso dos profissionais já havia sido suspensa pela Justiça. Com a decisão, os estabelecimentos poderão voltar a cobrar uma taxa para que os profissionais tenham acesso.

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Criança morre atropelada por ônibus escolar em Itabaiana

2

Paraíba

Filho tenta matar o próprio pai com enxada no Litoral Norte da Paraíba

3

Paraíba

Município na Paraíba desembolsa quase R$ 300 mil com shows de Toca do Vale e Jorge de Altinho

4

Paraíba

Litoral da Paraíba tem três trechos de praias impróprios para banho; saiba onde

5

Paraíba

Procon-PB disponibiliza “Não Perturbe” ao consumidor, contra ligações indesejadas; saiba como utilizar o serviço