Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Por 22 votos

Ângela Bezerra de Castro é a primeira mulher eleita para ocupar a presidência da Academia Paraibana de Letras

Ângela Bezerra de Castro foi eleita, nesta segunda-feira (14), com 22 dos 28 votos dos presentes. Ela é membro da instituição desde 1999.

Ângela Bezerra é eleita para a presidência da Academia Paraibana de Letras (APL). (Foto: Reprodução)

Por

Pela primeira vez na história, em 80 anos, uma mulher é eleita para ocupar a presidência da Academia Paraibana de Letras (APL). A professora e crítica literária Ângela Bezerra de Castro venceu, nesta segunda-feira (14), por 22 dos 28 votos dos presentes. Ela é membro da instituição desde 1999. 

Ângela Bezerra de Castro é graduada nos cursos de Direito e Letras pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Além disso, tem o título de mestre em Letras pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) e doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). 

A eleita é autora de vários livros de crítica literária, recebeu o Prêmio José Américo de Literatura em 1987 por sua "Releitura da Bagaceira: Uma Aprendizagem de Desaprender", publicada pela Editora José Olympio. Ela nasceu no município de Bananeiras, no Brejo paraibano. A professora elecionou português e literatura em escolas públicas, institutos e escolas técnicas da Paraíba.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Após denúncia do ClickPB, Prefeitura de Assunção afirma que contrato com Maxicasa é anterior à decisão que tornou a empresa 'ficha suja'

''Irremediável'': professor e arquiteto critica destruição de obra de Gil Borsoi em Reitoria da UFPB

Ex-prefeito de Diamante é condenado por irregularidades e tem direitos políticos suspensos por 8 anos

Apenado que deixou de carregar a bateria da tornozeleira eletrônica volta ao regime fechado na Paraíba