Criptomoedas

Após dono ser preso, sede da Fiji é alvo da Polícia Federal em Campina Grande

O dono da empresa, Bueno Aires, foi preso ontem (14), no Rio de Janeiro, acusado de crimes de abuso sexual infantil.

Após dono ser preso, sede da Fiji é alvo da Polícia Federal em Campina Grande

Este ano, após quebra de acordo por parte da empresa, o MPPB pediu o bloqueio de R$ 400 milhões da Fiji. — Foto:Reprodução

A sede da empresa de criptomoedas Fiji solutions, em Campina Grande, está sendo alvo de uma operação da Polícia Federal, na manhã desta quinta-feira (15). Conforme apurou o ClickPB, a PF detalhou que as diligências também ocorrem em outros três endereços ligados a Bueno Aires dono da empresa.Como trouxe o ClickPB, ele foi preso ontem (14), no Rio de Janeiro, acusado de crimes de abuso sexual infantil

Contra ele também constam acusações de crimes contra o sistema financeiro, por uma suposta pirâmide financeira montada com a empresa de investimento em criptomoedas alvo da PF na manhã desta quinta. Este ano, após quebra de acordo por parte da empresa, o MPPB pediu o bloqueio de R$ 400 milhões da Fiji para garantir o pagamento aos investidores.

LEIA MAIS SOBRE FIJI:

*conteúdo em atualização

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Loja da Paraíba é condenada a indenizar consumidora em R$ 4 mil por não cumprir seguro de celular; saiba qual

2

Paraíba

Sudema notifica restaurante para remover lançamento de água suja para a areia da praia em João Pessoa

3

Paraíba

Luciano Cartaxo descarta intriga e diz que federação PT com PV e PcdoB está unida: “não tem mais batalha, tudo definido”

4

Paraíba

“Pronto para receber de braços abertos”, diz Nilvan sobre aliança com o PSB; partido deve indicar vice

5

Paraíba

Cartaxo diz que escolha de Amanda Rodrigues como pré-candidata a vice traz fortalecimento das mulheres na gestão pública