Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Saúde

Após dormir em terraço para não infectar mãe com Covid-19, técnico em enfermagem é o 1º vacinado em Campina Grande

Segundo Joseildo, trabalhando na linha de frente no combate ao novo coronavírus na cidade, a única opção que tinha era dormir no terraço da casa, para evitar a possibilidade de contágio de sua mãe que tem 74 anos e possui asma e pressão alta.

No momento da imunização, o profissional também lembrou da sua matriarca e disse que a vontade era de vacinar junto com ela. "Eu queria que minha mãe tivesse se vacinado antes de mim, mas o momento dela vai chegar”, disse. (Foto: reprodução)

Por

Após dormir no terraço da casa onde residente junto com a sua mãe para não infectá-la com Covid-19, o técnico em enfermagem Joseildo da Silva Batista, de 33 anos, foi vacinado nesta terça-feira (19), durante solenidade no Hospital Municipal Pedro I, em Campina Grande. Ele recebeu a dose da CoronaVac que foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac.

Segundo Joseildo, trabalhando na linha de frente no combate ao novo coronavírus na cidade, a única opção que tinha era dormir no terraço da casa, para evitar a possibilidade de contágio de sua mãe que tem 74 anos e possui asma e pressão alta. 

No momento da imunização, o profissional também lembrou da sua matriarca e disse que a vontade era de vacinar junto com ela. "Eu queria que minha mãe tivesse se vacinado antes de mim, mas o momento dela vai chegar”, disse.

Após receber o imunizante, a segunda a ser vacinada foi a enfermeira Glória Vilarim, de 53 anos, também foi vacinada. Ela trabalha há 22 anos na unidade hospitalar.

A primeira carga do imunizante, com 114.846 doses, chegou à Paraíba em um voo na noite desta segunda-feira (18). O avião com o carregamento aterrissou no Aeroporto Internacional Castro Pinto por volta das 21h20 e os lotes da primeira dose da CoronaVac seguiu viagem escoltado pela Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, sendo logo depois distribuído aos municípios com a segurança da Polícia Militar. 

A distribuição imediata aos 223 municípios paraibanos conta com 11 veículos refrigerados que levam os imunizantes para as 12 centrais regionais de saúde. Ao todo, as doses do primeiro lote serão aplicadas em 54.689 paraibanos, representados por 42.925 trabalhadores de saúde, 10.432 indígenas aldeados, 1.212 pessoas idosas institucionalizadas e 120 pessoas com deficiência institucionalizadas. 

A Coronavac está sendo produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo e obteve a autorização para o uso emergencial no último domingo (17) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que também autorizou o uso emergencial da vacina de Oxford.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Bruno Farias revela descaso na gestão Cartaxo na proteção da barreira do Cabo Branco: "nunca foi falta de recursos, mas de um gestor"

Redução do número de funcionários é apontado como motivo para filas gigantescas em bancos na Paraíba; sindicato cobra cumprimento de protocolos

Em nota, Prefeitura de Campina Grande afirma que ainda não existe posição oficial sobre o cancelamento do São João

Morre Fernando Monte, professor aposentado da UFPB, por complicações da Covid-19