Preconceito

Cabo Gilberto diz que uso de banheiros por pessoas trans é imoral e critica MP: “quem vai querer marmanjo em banheiro da filha?”

"É falta do que fazer", disse em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (20).

O deputado federal Cabo Gilberto Silva (PL), culpou a direção do Aeroporto Castro Pinto

O deputado federal Cabo Gilberto Silva (PL), culpou a direção do Aeroporto Castro Pinto

O deputado federal eleito Cabo Gilberto Silva (PL) criticou a recomendação do Ministério Público da Paraíba em orientar a liberação do uso dos banheiros para trans. De acordo com o parlamentar, a notificação assinada pelo procurador do Trabalho Eduardo Varandas Araruna, “é falta do que fazer”, disse em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (20). 

“Hora, você tem uma filha, vai querer que um marmanjo chegue lá e use o banheiro de sua filha? você não vai querer, né. Acho que tem coisa muito mais importante para o procurador se preocupar. Faça uma pesquisa, se a maioria da população não for contra eu renuncio meu mandato a deputado federal”, disse como acompanhou o ClickPB. 

Na recomendação do MPPB, existe a defesa de que deve haver o reconhecimento das pessoas trans como detentoras de direitos e ser garantido a elas o acesso ao banheiro. “A sociedade precisa respeitar a identidade de gênero de cada pessoa humana. O STF já decidiu que inexiste diferença entre pessoas trans e cis”, destacou o procurando Eduardo Varadas.

Saiba mais: 

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Pitbull ataca idosa em Mangabeira e vítima é socorrida para o Hospital de Trauma

2

Paraíba

Juiz pode decidir hoje sobre pedido de prisão domiciliar de ex-diretora do Padre Zé

3

Paraíba

Tribunal de Contas assume coordenação do Fórum de Combate à Corrupção na Paraíba

4

Paraíba

Mais de 300 mil MEIs, micro e pequenas empresas da Paraíba podem renegociar dívidas; veja como

5

Paraíba

Casais inscritos no Casamento Coletivo do São João de Campina Grande participam de reunião nesta quarta-feira