Hoje

Caso Abrantes: nova audiência ocorre hoje em João Pessoa

Como trouxe o ClickPB, o crime contra o policial aposentado Abrantes ocorreu no dia 04 de junho de 2022, no bairro Castelo Branco, na Zona Sul de João Pessoa.

Luiz Abrantes

(foto: reprodução)

A nova audiência do Caso Luiz Abrantes ocorre nesta terça-feira (18) em João Pessoa.

O ClickPB checou que ela está marcada para ser realizada a partir das 09h no Fórum Criminal da Capital, no bairro de Jaguaribe.

A reportagem apurou que o juiz Antônio Gonçalves Ribeiro deverá ouvir os acusados e a testemunhas do crime ao longo do dia.

A informação foi confirmada pelo advogado Heriberto Ramos Júnior, da equipe de acusação do caso.

Devem ser ouvidas ao longo da audiência três das cinco pessoas envolvidas no caso: Gleissy Ranielly, Francinaldo Alves e Adrielly Martins.

Gleissy era companheira do policial aposentado e é apontada como a mandante do crime.

Adrielly Martins é prima da suposta mandante e atuava como babá na casa de Gleissy, segundo a investigação ela teria atuado como co-participante no crime.

Já Francinaldo Alves é acusado de ser o responsável por assassinar Luiz Abrantes.

Relembre o caso

Como trouxe o ClickPB, o crime ocorreu no dia 04 de junho de 2022, no bairro Castelo Branco, na Zona Sul de João Pessoa.

Inicialmente, a suspeita era de que o homem de 75 anos teria sido vítima de um latrocínio. Um veículo e câmeras de segurança chegaram a ser levados no momento do ocorrido.

Porém, as investigações da polícia civil apontaram para a suspeita de que na verdade o que houve foi um assassinato encomendado. Segunda a polícia, a companheira da vítima, de 27 anos, pagou R$ 20 mil pelo crime.

De acordo com a polícia, no dia do assassinato o policial Abrantes estava em um bar e foi convencido pela companheira a ir para casa.

Ao chegar no local, de acordo com a investigação, teria sido surpreendido com a ação criminosa de dois assaltantes, que na verdade foram ao local executá-lo.

Os suspeitos levaram objetos que estavam em um cofre, além de celulares, dinheiro e o veículo da vítima, encontrado horas depois na BR-230 em João Pessoa.

Para que o crime tivesse êxito, a bábá da família, uma prima da companheira do policial, levou o filho do casal para ‘passear’.

Segundo apurou a reportagem, todos os quatro envolvidos, as duas mulheres e os dois homens, estão presos preventivamente. A bábá chegou fugiu da prisão, porém foi recapturada em abril do ano passado.

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Loja da Paraíba é condenada a indenizar consumidora em R$ 4 mil por não cumprir seguro de celular; saiba qual

2

Paraíba

Sudema notifica restaurante para remover lançamento de água suja para a areia da praia em João Pessoa

3

Paraíba

Luciano Cartaxo descarta intriga e diz que federação PT com PV e PcdoB está unida: “não tem mais batalha, tudo definido”

4

Paraíba

“Pronto para receber de braços abertos”, diz Nilvan sobre aliança com o PSB; partido deve indicar vice

5

Paraíba

Cartaxo diz que escolha de Amanda Rodrigues como pré-candidata a vice traz fortalecimento das mulheres na gestão pública